by /0 comments

15 visões para melhorar a qualidade da educação

Painel da Educação Brasileira reúne as opiniões de especialistas sobre como melhorar a qualidade do ensino público

Combate à repetência e à evasão; priorizar a alfabetização; recursos e boa gestão; participação das famílias; formação de professores; autonomia das escolas; e aperfeiçoamento dos sistemas de avaliação são essenciais para melhorar a qualidade do ensino público no Brasil, revela o Painel da Educação Brasileira, uma série de 15 entrevistas com especialistas produzidas pela Agência de Notícias Todos Pela Educação.

Os especialistas concordam, por exemplo, que é preciso colocar o foco no aluno e na aprendizagem. Dilvo Ristoff, do Inep, defende que “uma boa escola é a que consegue ajudar todos os estudantes a fazerem a caminhada rumo à aprendizagem e à boa formação, sejam eles fracos ou não, sejam eles ricos ou pobres”.

Cada vez mais fica claro o papel do professor e do diretor da escola para o bom desempenho do aluno. Para a secretária de Educação do Rio Grande do Sul, Mariza Abreu, “a autonomia da escola que tem impacto positivo no melhor desempenho do ensino é a que implica responsabilização da escola e dos professores pelos resultados de aprendizagem dos alunos”.

Financiamento é um tema polêmico, principalmente quando se trata de aumento de recursos. No entanto, percebe-se um consenso: é preciso ter recursos para investir e é fundamental que eles sejam bem geridos. Maria do Pilar Lacerda, presidente da Undime, enfatiza que “é preciso acabar com esta dicotomia quantidade x qualidade. No Brasil, é preciso fazer as duas coisas: aumentar os recursos e melhorar sua gestão”.

Mais informações em:http://www.todospelaeducacao.org.br/AgenciaNoticias/Site/Categoria1/Noticias/tabid/76/ctl/ArticleView/mid/403/articleId/326/default.aspx?tit=Notíciasвидеокамера для наружного наблюденияскульптуры спбнасос погружной для дождевой воды