by /0 comments

As 20 lições para um bom professor em consulta pública

Ministério da Educação também faz uma lista de 16 temas centrais que os professores terão que saber para fazer o Exame Nacional de Ingresso na Carreira
O Ministério da Educação acaba de abrir uma consulta pública para receber sugestões com o objetivo de construir o novo exame nacional de seleção de professores.

As colaborações devem ser feitas pela internet a partir de uma lista de 16 temas centrais, elaborada com base em 20 lições para ser um bom professor. De acordo com o MEC, estes critérios foram elaborados com base nos bons resultados em testes de avaliações internacionais em países como Austrália, Canadá, Cingapura, Chile, Cuba, Estados Unidos e Inglaterra.

A nova Matriz de Referência para o Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente servirá inicialmente para selecionar professores da educação infantil e das séries iniciais do ensino fundamental. A consulta pública ficará no ar por 45 dias. Após o prazo, o Inep irá elaborar a matriz.

O exame será em 2011 e os selecionados ficarão à disposição das redes municipais e estaduais de educação que decidirem aderir ao novo sistema e utilizá-lo como critério único ou como uma das fases de seus concursos.

No texto que apresenta a consulta pública, o MEC cita estudos internacionais sobre o que é a qualidade na educação e como os gestores devem trabalhar a formação dos professores. Faz referências também à pesquisas nacionais que apontam a baixa atratividade da carreira entre os jovens e os baixos salários pagos aos professores.

Entre as 20 lições que definem um bom professor, o Ministério da Educação recomenda o domínio dos conteúdos curriculares e da didática das disciplinas, a definição de várias estratégias de avaliação e de um ensino desafiante, manter normas de boa convivência e comportamentos com os alunos, comunicação com os pais e aprimoramento profissional, entre outros

O ministério destaca que o exame não é uma avaliação dos cursos de licenciatura, que continuarão a ser avaliados pelo Enade, mas admite que “os resultados das provas trarão importantes informações às redes sobre quais as áreas em que os professores apresentam maiores deficiências”.

O Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente terá um sistema de seleção similar ao Enem. Será aplicado em todo o País e abrirá a possibilidade de escolha do local de trabalho. O professor poderá se inscrever em quantos concursos desejar – dentre aqueles que adotarem o exame como parte do concurso.

O MEC analisou diversos documentos e elaborou uma lista com cinco temas gerais e nove temas específicos que irão nortear a preparação do professor para o exame. “Vale ressaltar que é uma lista que não se pretende exaustiva, mas sim sinalizar assuntos que se mostraram relevantes para indicar o potencial de um candidato a professor”, escreve o ministério.

Leia o texto base da consulta públicaдепутат лобановскийалександр лобановскийпродажа