by /0 comments

70% dos municípios e 80 escolas particulares paulistas querem fazer o Saresp

A Secretaria da Educação informa que irá arcar com os custos da aplicação das provas nas redes municipais. Já as escolas particulares terão que custear o exame
Cerca de 454 cidades paulistas (70% do Estado) manifestaram interesse em aderir ao Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar (Saresp) de 2009. De acordo com balanço parcial da Secretaria da Educação, 80 escolas privadas também comunicaram o desejo de participar.

A secretaria informa que irá arcar com os custos da aplicação das provas nas redes municipais. Já as escolas particulares terão que custear o exame.

Além da prova, serão aplicados questionários destinados aos pais e alunos, diretores, professores e supervisores de ensino, em todas as escolas estaduais. Para as redes municipais e escolas particulares, também serão aplicados questionários destinados aos pais e alunos.

O prazo para adesão termina dia 30 de junho. Até 15 de julho é necessário enviar o termo preenchido, conforme orientações no site http://saresp2009.edunet.sp.gov.br/.

As provas serão realizadas entre os dias 10 e 12 de novembro. O resultado da avaliação é computado no Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo (Idesp), usado para calcular o bônus pago aos profissionais da educação.

O Saresp é aplicado aos alunos da 2ª, 4ª, 6ª e 8ª séries em escolas com ciclo de oito anos e estudantes do 3º ano do ensino médio. Para as escolas que já implantaram o regime de nove anos no ensino fundamental, o exame é para os 3º, 5º, 7º e 9º anos.

As disciplinas avaliadas são língua portuguesa, matemática e ciências humanas, além de redação. A secretaria informa que na rede estadual o exame deve atingir cerca de 2 milhões de alunos em 5.300 escolas.А что после эры Mobile или как заполучить 48% мобильной аудиториимихаил безлепкин сотрудникнаружные штукатурные смеси