by /0 comments

71% dos universitários trabalham no Brasil

Aumento das matrículas no ensino superior, inclusive nos cursos noturnos, e o ingresso de alunos com menor renda explicam o fato, diz a Folha de S. Paulo

A proporção de universitários que trabalham passou de 63%, em 1998, para 71% em 2008, de acordo com dados do IBGE publicados pelo jornal Folha de S. Paulo. O crescimento acontece por causa do aumento das matrículas no ensino superior, que dobraram nos últimos dez anos. Já as matrículas em cursos noturnos passaram de 56% a 62% entre 2000 e 2008, segundo censo do Ministério da Educação.

O consultor Ryon Braga, especializada em ensino superior, disse à repórter Angela Pinho que a situação também reflete o ingresso de alunos com menor renda. “São pessoas que precisam do emprego para poder pagar a faculdade”, afirma.

A reportagem informa ainda que as empresas também estão aceitando mais universitários. Dados do Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee) de 19 Estados mostram que o número de estágios no ensino superior intermediados pela entidade quadruplicou de 1998 a 2008.

“Para as empresas, o estágio é fundamental para identificar talentos e inserir profissionais que irão trazer coisas novas”, afirmou à Folha de São Paulo a gerente técnica de estágios do Ciee. Silvana Rocha.

Leia a matéria da Folha de S. Paulo

взлом wowhuawei y635пневмошуруповерты пневматический инструмент