by /0 comments

80% das prefeituras de São Paulo aderem ao sistema de avaliação do Estado

O Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) também será aplicado nas escolas municipais de 516 cidades, cerca de 80% dos 645 municípios que compõem o Estado. Pelo convênio assinado nesta quinta-feira, dia 13, o governo irá pagar todos os custos, orçados em R$ 7,1 milhões. Cerca de 145 instituições particulares também vão participar da avaliação, mas vão arcar com o custo.

De acordo com nota da Secretaria de Educação, cerca de 600 mil estudantes de 3.082 escolas municipais farão a prova junto com os 5,5 milhões de alunos da rede estadual. Pelo acordo, as prefeituras receberão relatórios pedagógicos que permitirão interpretar os resultados de cada rede, incluindo o boletim de cada escola. As redes municipais também farão o questionário socioeconômico que vai para as casas dos alunos. O questionário é respondido pelos próprios pais.

As provas do Saresp 2009 serão realizadas em novembro para os alunos da 2ª, 4ª, 6ª e 8ª séries do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio. Serão avaliados o aprendizado de língua portuguesa, redação, matemática e ciências humanas (geografia e história). O governo do Estado divulgará apenas os resultados globais do Saresp, cabendo aos municípios a divulgação de seus resultados.

A nota do Saresp é o critério mais importante para a formação do Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp), utilizado apenas na rede estadual. É através do Idesp que a secretaria calcula o bônus por mérito que será pago aos profissionais da escola no primeiro semestre do ano que vem.набор кисточек для макияжа ценапозиции сайта в поисковикахпечь