by /0 comments

95% das redes aderem ao livro didático

Segundo o FNDE, 45.491 instituições de ensino que oferecem aulas do sexto ao nono ano do ensino fundamental optaram pelos livros com que trabalharão de 2011 a 2013
A adesão ao Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) foi feita por 95,5% das secretarias estaduais e municipais de educação e escolas federais, informa o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Este ano, a autarquia do Ministério da Educação adotou a obrigatoriedade da adesão com o objetivo de evitar desperdício e assegurar maior controle na distribuição dos livros. A rede que não encaminhou a documentação exigida ficará sem as obras.

Segundo o FNDE, 45.491 instituições de ensino, das 50.397 que oferecem aulas do sexto ao nono ano do ensino fundamental optaram pelos livros com que trabalharão de 2011 a 2013.

“Isso equivale a 90,3% e é um recorde histórico”, garantiu o diretor de ações educacionais do FNDE, Rafael Torino. Ceará, Distrito Federal e Paraná são os estados em que houve mais opções, feitas por 97% do total das suas escolas. O estado com menor participação é o Amapá, com 48%.

Os colégios que não escolheram os livros didáticos irão receber as obras mais pedidas em seu município. No entanto, é preciso que a secretaria de educação tenha aderido ao programa.

O termo de adesão deve ser encaminhado uma única vez. Quem não desejar mais receber os livros didáticos são obrigados a solicitar a suspensão das remessas ou a sua exclusão do programa.ооо полигон одессадетская кухнямасло для компрессора