by /0 comments

99,8% das escolas públicas têm desempenho ruim

De 55 mil unidades, só 160 têm nota igual ou maior que 6

Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) revelam que apenas 0,2% das escolas públicas brasileiras chega a um índice de qualidade do ensino considerado médio entre países da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Elas são 160 escolas – do total de mais de 55 mil – que têm Ideb igual ou maior que 6, numa escala de 0 a 10, informa O Estado de S. Paulo.

O Ideb considera o desempenho dos alunos na Prova Brasil, exame realizado por todas as crianças de 4ª e 8ª série, e o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), feito por amostragem. O MEC também usa índices de aprovação dos alunos para compor o índice.

Apesar de apenas uma pequena parcela das escolas brasileiras chegar a esse índice, há unidades que têm desempenho superior a países com educação de excelência, como Coréia e Finlândia. É o caso da escola Prof. Guiomar Gonçalves Neves, em Trajano de Morais, no Estado do Rio, que teve Ideb 8,5 e é a melhor do País. A meta do Brasil é chegar em 2002 a um Ideb médio de 6 – hoje é de 3,8 nas séries iniciais do ensino fundamental.

Atualmente, há 12.857 escolas de 1ª a 4ª séries com Ideb igual ou maior que o índice médio brasileiro, de 3,8. Outras 6.841 de 5ª a 8ª séries estão com índice igual ou superior à média, que é de 3,5.

Já está disponível para consulta o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) por escola. Até então, o Ideb podia ser consultado por estado e município

Mais informações em: http://ideb.inep.gov.br/Site/официальный никасukladka-parketaмонтировки