by /0 comments

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa muda 0,8% dos vocábulos no Brasil

Entre as mudanças previstas estão o fim do trema, novas regras para o hífen e acentuação e a inclusão das letras w, k e y no alfabeto

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta segunda-feira, dia 29, os quatro decretos que promulgam o acordo ortográfico dos países de língua portuguesa e que estabelecem o prazo para a adequação da nova ortografia no Brasil até 2012. Entre as mudanças previstas estão o fim do trema. novas regras para o hífen e de acentuação e a inclusão das letras w, k e y no alfabeto.

A solenidade foi na Academia Brasileira de Letras (ABL), no Rio de Janeiro, na sessão solene dos 100 anos da morte do escritor Machado de Assis.

O presidente destacou que o acordo fortalece os laços dos países lusófonos e aumenta no mundo a presença da língua portuguesa. “O acordo tem na verdade uma importância maior do que pode parecer à primeira vista e, por isso, deve ser divulgado e explicado com clareza para que todos compreendam o seu significado estratégico no que diz respeito a cooperação dos países”, disse.

O acordo entrará em vigor em janeiro de 2009, mas as normas ortográficas do Brasil e de Portugal poderão ser usadas até dezembro de 2012 nos exames escolares, concursos públicos e em vestibulares. Com a medida, a língua portuguesa será alterada em 0,8% dos vocábulos no Brasil e 1,3% em Portugal.

O acordo visa unificar o português falado e escrito em oito países de língua portuguesa: Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiná-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Brasil e Portugal.

мунтян владимир колледжкак продвинуть сайт в гугле самостоятельноactive instagram