by /0 comments

Quando a vaidade se torna exagero

Quando a vaidade se torna exagero entre os adolescentes é o tema da reportagem publicada pela revista Pátio. A jornalista Silvana Azevedo entrevistou duas psicólogas e especialistas em inclusão, de escolas clientes da CGC-Comunicação em Educação. Colégio Graphein e Escola Nane – Novo Ângulo Novo Esquema.

 Adolescentes vaidosos

Estar de acordo com os padrões de beleza é fundamental para os adolescentes, mas é preciso ter cuidado para que a preocupação com a aparência não passe dos limites. Saiba como a escola pode ajudar nesse sentido.

Na opinião da psicóloga e psicopedagoga Nívea Fabrício, diretora do Colégio Graphein, em São Paulo, desempenhar o papel de professor de adolescentes é mais complexo hoje do que tempos atrás; por isso, ela ressalta a importância de que a escola esteja mais alerta ao comportamento dos seus alunos. Quando algo está fora da normalidade, eles dão sinais por meio de atitudes inesperadas, como comentários com colegas ou professores. “Quando os adolescentes se enxergam fora dos padrões estabelecidos por eles como ideal, tendem a se excluir, partem para a introspecção e para o isolamento”, percebe Nívea. “Mais fragilizados, eles se magoam e se ofendem mais facilmente”, afirma. Para compreender o que se passa com os alunos, é fundamental conhecer o perfil de cada um. Ancorado nessa premissa, o Graphein mantém um prontuário de cada um dos 100 alunos matriculados e cultiva relações com seus familiares. Assim, se algo destoa, é possível perceber o fato, buscando-se as razões e as soluções.

A psicóloga Suely Robusti, diretora da escola paulistana Novo Ângulo Novo Esquema, compartilha a opinião de que a escola pode intervir nas questões pes­soais do aluno, desde que haja uma parceria com os pais. Ela sugere discussões coletivas ou individuais que levem os adolescentes a gostar de si mesmos e valorizem suas potencialidades. Também incentiva as discussões éticas e políticas que promovam novos valores sociais. “Trata-se de dar importância ao que tem valor permanente em nossa vida, e não a questões passageiras ou apenas externas”, destaca.

 

Review summary:
Estar de acordo com os padrões de beleza é fundamental para os adolescentes, mas é preciso ter cuidado para que a preocupaçõ com a aparência não passe dos limites. Como a escola pode ajudar neste sentido? leia reportagem da revista Pátio com especialistas da #EscolaNane e #Colegiographein
Overall Impression (4.25)