by /0 comments

Alfabetização melhora, mas Ceará ainda tem 36% alunos com déficit de aprendizagem

A quantidade de estudantes que estão abaixo do nível mínimo esperado em língua portuguesa para o 2º ano do ensino fundamental caiu de 47,4%, em 2007, para 36,2%, em 2008

O desempenho em língua portuguesa dos alunos das escolas públicas do Ceará melhorou em 2008, em comparação ao ano anterior, mas o déficit de aprendizagem ainda é alto. De acordo com os dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece-Alfa), divulgados pelo jornal O Povo nesta terça-feira, dia 23, a quantidade de estudantes que estão abaixo do nível mínimo esperado para o 2º ano do ensino fundamental caiu de 47,4%, em 2007, para 36,2%, em 2008.

Apesar da melhora, os dados mostraram que 20% dos alunos avaliados foram considerados não alfabetizados. Se somados aos que estão com alfabetização incompleta, o resultado passa para 36,2%.

A prova escrita com foco na habilidade de leitura avaliou 124 mil alunos de 6 mil escolas estaduais.

A avaliação Spaece-Alfa identifica o nível de proficiência em leitura de cada aluno e usa a mesma escala de desempenho do Sistema Nacional da Educação Básica (Saeb). São cinco níveis: até 75 pontos – alunos não alfabetizados; de 75 a 100 – alfabetização incompleta; de 100 a 125 – intermediário, de 125 a 150 – suficiente, e acima de 150 pontos – desejável. O Estado evoluiu de 119 pontos em 2007 para 128 pontos em 2008.

O resultado mostra que 36,2% dos alunos estão abaixo do nível mínimo esperado. No nível intermediário estão 17,3% e 46,5% encontram-se na condição suficiente ou desejável.

Para facilitar a compreensão foi criado o Indicador de Desempenho Escolar em Alfabetização (IDE-Alfa), numa escala de 0 a 10. O valor igual ou maior a 5 corresponde a meta mínima da qualidade. Já o valor igual ou acima de 7,5 é a meta desejável.

A reportagem de Marcos Cavalcante e Yanna Guimarães informa que o município de Mucambo obteve o melhor resultado: 229 pontos e IDE-Alfa de 9,8. O pior resultado ficou com Ibaretama, com 70 pontos e nota 2,6. O município teve uma redução de 20% no desempenho, na comparação com o ano anterior. A capital Fortaleza ficou com a 104ª posição, com 128 pontos, nove a mais que em 2007, e um IDE-Alfa de 4,5. Com o resultado, o nível saltou do intermediário para o suficiente.

Durante a divulgação dos resultados, o governador Cid Gomes fez a entrega do Prêmio Escola Nota Dez para 148 escolas que conseguiram os melhores resultados de alfabetização, com notas entre 8,5 e 10 no IDE-Alfa. As escolas receberam a premiação em dinheiro no valor de R$ 2,5 mil por aluno matriculado. No total o governo do Estado está repassando para as escolas R$ 30 milhões.

Leia a íntegra da matéria de O Povo

http://www.opovo.com.br/opovo/ceara/887452.html

atlant сма 70 с 107 000Heavy Liftотопление частного дома дровами