by

Alunos pleiteam reforma de praça

alunos cidadãos

Alunos

Cresce a cada dia as notícias que remetem à apropriação do espaço público, como praças, e ações de cidadania na cidade de São Paulo. As escolas já estão atentas de que precisam formar alunos conectados e em sintonia com as movimentações e mudanças pertinentes ao novo século.

E a formação de estudantes cidadãos começa bem cedo na Escola Stance Dual, no centro de São Paulo. Alunos do 3º ano foram convidados pela professora Claudia Maria Vieira, em projeto de geografia e história, a registrarem aspectos bons e ruins da cidade de São Paulo durante o trajeto de casa para a escola.

 Palhaço

Listaram muitas coisas boas, como as praças Buenos Aires e Don Orione, shoppings, um sacolão, o espaço criativo Palhaço Sputinik, entre outros. Já a lista de problemas foi um pouco maior: muito lixo nas ruas (desde camas, passando por discos de vinil), moradores de rua, buracos nas ruas e calçadas, trânsito e até assalto! Mas muitas delas apontaram sobre a situação deplorável da Praça Contos Fluminense, bem próxima à escola.

A Praça Contos Fluminense, no Bixiga, no centro de São Paulo, é pequena e quase ninguém conhece. E os alunos da Stance também nunca haviam prestado muita atenção nela, e nem sabiam que ela tinha este nome. Mas o projeto de História e Geografia, com foco na cidade de São Paulo, mudou a história da pequena praça.

Internet

As anotações dos alunos deixaram claro que a praça precisava de reparos. O próximo passo, segundo a professora, foi pensar como ajudar a resolver estes problemas. “Depois de muita discussão e pesquisa na internet, ficou decidido que os estudantes escreveriam uma carta para o subprefeito da Sé, responsável pela região, informando os problemas e pedindo soluções”, conta.

Eles ficaram especialmente tocados com o estado de abandono da praça Contos Fluminense. com árvore caindo, muretas quebradas e calçadas esburacadas, oferecendo risco aos pedestres.

Para a surpresa dos alunos e da professora, o subprefeito Maurício Dantas respondeu rápido e em pouco tempo um grupo de funcionários da prefeitura estava na praça trabalhando. Em poucos dias a praça estava bonita, limpa e organizada. “Os alunos ficaram muito surpresos de terem sido atendidos e de forma rápida. No 3o ano eles são bem pequenos, mas já sabem que têm voz”, diz a orgulhosa professora.

Os alunos resolveram então escrever outra carta ao subprefeito, agradecendo muito o trabalho e pedindo só mais uma coisa: uma placa informando o nome da praça. O subprefeito respondeu que está providenciando e em breve a placa estará lá. Os alunos estão de olho!!