by /0 comments

Alunos poderão ficar mais tempo na escola

As possibilidades em análise são elevar a atual carga horária diária de 4 horas ou ampliar o número de dias letivos, atualmente em 200 dias
Os estudantes brasileiros poderão aumentar o número de horas na escola. As possibilidades em análise são elevar a atual carga horária diária de 4 horas ou ampliar o número de dias letivos, atualmente em 200 dias, informou nesta terça-feira, dia 13 de setembro, o ministro da Educação, Fernando Haddad.

A Agência Brasil noticia que hoje o estudante deve ficar 800 horas por ano na sala de aula. “O aprendizado está relacionado à exposição ao conhecimento. Há um consenso no Brasil de que a criança tem pouca exposição ao conhecimento seja porque a carga horária diária é baixa ou porque o número de dias letivos é inferior ao de demais países”, disse o ministro.

Ele anunciou ainda que avalia antecipar a meta de ter metade das escolas públicas funcionando em regime integral, prevista para ser cumprida até 2020, ou enviar um projeto de lei ao Congresso Nacional. “Não vamos encaminhar o projeto de lei antes de receber o aval daqueles que vão executar isso”, afirmou , após participar do Congresso Internacional Educação: uma Agenda Urgente, promovido pelo movimento Todos Pela Educação.

O estudo está sendo feito em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

O ministro reconhece que a medida exigirá mais recursos da pasta e destacou que uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE), em discussão no Congresso Nacional, é elevar para 7% do Produto Interno Bruto (PIB) os investimentos no setor. O novo PNE estabelece 20 metas educacionais que o país deverá atingir até 2020.недорогие планшеты на androidprofessional translation servicesдля шиномонтажа