by

Anuário Brasileiro da Educação Básica já está no ar

A edição 2015 do Anuário Brasileiro da Educação Básica já está disponível para download. Essa edição é a primeira após a sanção do Plano Nacional de Educação (PNE). Aprovado em junho de 2014, o PNE é o documento legal que rege a educação brasileira com 20 metas e suas respectivas estratégias, que embasam a organização do Anuário

“Agora, no momento em que o PNE se consolida como o principal instrumento norteador dos esforços pela melhoria do ensino nas escolas do País, o conteúdo da lei passa a permear as páginas do Anuário, não apenas no que diz respeito às metas, mas também às estratégias previstas para alcançá-las nos próximos dez anos”, afirmam, em nota, os organizadores da obra, o movimento Todos Pela Educação e a editora Moderna.

As estatísticas com base em dados oficiais oferecem uma leitura analítica dos indicadores, por meio de séries históricas e informações sociodemográficas, por localidade, por dependência administrativa, por etapa de ensino, entre outras. A publicação reúne infográficos, um glossário de termos específicos, apresenta as principais estruturas governamentais e formas de financiamento da educação.

Traz artigos de especialistas como Antonio Carlos Caruso Ronca, pesquisador da PUC-SP e membro do Conselho Nacional de Educação; Regina Scarpa, diretora pedagógica da Escola Vera Cruz; Patricia Mota Guedes, gerente de Educação da Fundação Itaú Social; Carlos Artexes Simões, ex-coordenador do Ensino Médio do Ministério da Educação; e Ursula Peres, professora e pesquisadora do Programa de Graduação e Mestrado em Gestão de Políticas Públicas da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH/USP).

Para a coordenadora-geral do movimento Todos Pela Educação, Alejandra Meraz Velasco, “o Brasil conta com um sistema robusto de dados e indicadores educacionais e é preciso dar luz a essas informações para que toda a sociedade compreenda os desafios que o País tem nessa área, e possa ser convocada a se mobilizar para também contribuir, desde o acompanhamento escolar das crianças e jovens, até o controle social das políticas públicas”.

O diretor de relações institucionais da editora Moderna, Luciano Monteiro, disse que as “as informações e análises podem trazer uma contribuição relevante tanto na elaboração de políticas públicas educacionais, como no subsídio para pesquisas e estudos que tenham como foco a melhora da qualidade do ensino, e ainda no monitoramento do cumprimento das metas do PNE”.

O anuário está disponível para download no endereço

http://www.todospelaeducacao.org.br//arquivos/biblioteca/anuario_educacao_2015.pdf