by /0 comments

Aprendizado avança pouco no Rio Grande do Sul

Em matemática, no 1º ano do Ensino Médio, 88,2% dos jovens ficaram abaixo do adequado, diz o jornal Zero Hora

O Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar (Saers) do Rio Grande do Sul revelou discreta melhora no desempenho dos 243,5 mil alunos das escolas públicas, informa o jornal Zero Hora. Foram avaliados alunos na 2ª e 5ª séries do ensino fundamental e 1° ano do ensino médio, com o mesmo método dos exames do Ministério da Educação.

Os piores resultados aparecerem em matemática, no 1º ano do Ensino Médio, no qual 88,2% dos jovens ficaram abaixo do índice considerado adequado pela Secretaria de Educação do Estado, com menos de 315 pontos em uma prova com escala de zero a 500. Em língua portuguesa, 77,1% não atingiram o nível adequado, com menos de 285 pontos.

A diferença nos resultados das provas entre 2007 e 2008 foi muito pequena. Em matemática, os alunos da 5ª série, passaram de uma média de 211 a 214 pontos. Já em língua portuguesa, os mesmos alunos chegaram a uma média de 200,4 pontos este ano, contra 202,4 no ano passado.

Somente os alunos da 2ª série ultrapassaram com folga mais da metade da pontuação em uma das provas – a de matemática, passando de 762,4 pontos em 2007 para 767,4 em 2008, em uma escala de zero a mil.

Para avaliar o desempenho, o Saers dividiu os resultados em quatro níveis: abaixo do básico, básico, adequado e avançado. Menos de um terço dos alunos, de acordo com essa divisão, atingiu os níveis adequado e avançado, que seriam mais próximos do ideal.

A secretária da Educação, Mariza Abreu, disse que a prioridade agora é capacitar os professores. “Estamos muito longe da meta, mas é assim no Brasil inteiro. Para melhorar esse resultado, nossa ideia é capacitar os professores das regiões que têm os resultados mais insuficientes na Prova Brasil e no Saers. Vamos começar em junho”, disse.

Leia a íntegra da matéria do Zero Hora

Veja os resultados do Saers

макияж глазgoldenpagesдитячий велосипед львів