by

Aumenta a demanda para a formação continuada de educadores

Considerada a melhor faculdade de Pedagogia privada do Brasil pelo IGC/MEC, o Instituto Singularidades, ampliou sua atuação em formação de professores. Dos cursos de licenciatura em Pedagogia, Matemática e Letras, pós-graduação e de extensão oferecidos em sua unidade em São Paulo, passou a ser procurada por redes de ensino privadas e públicas e editoras para a formação continuada das equipes docentes nos quatro cantos do País.

Composto por um time de educadores de 1ª linha e uma visão de educação totalmente alinhada com os tempos modernos, o Instituto Singularidades elabora cada um dos projetos de forma singular. Segundo a diretora de Estratégias e Novos Negócios, Alini Dal Magro, “quando recebemos uma solicitação de consultoria, fazemos uma primeira reunião de escuta ativa para entendermos o universo desse parceiro. Quais são as principais dificuldades, seus desafios e suas dores. Se for um projeto pequeno, desenhamos uma proposta customizada. Mas se for um projeto mais complexo optamos por realizar um estudo de campo, onde buscamos ir até o local, fazer entrevistas em profundidade e oficinas de design thinking. Esses momentos são de fundamental importância para entendermos as reais demandas desse parceiro.

Para realizar este trabalho, o Instituto Singularidades conta com o design thinking para promover a empatia entre o grupo de docentes que passará pelo processo de formação. “ É uma oficina de 8 horas em um espaço de criação – com diretores, coordenadores e professores –  onde existe um desafio a ser resolvido. Todos pensam juntos nas dificuldades e nas possíveis soluções. É nesse momento que entendemos de verdade quais as dificuldades enfrentadas pelos participantes para a solução do problema, e então conseguimos entender a demanda de fato, para a elaborarmos um projeto de formação assertivo” diz a diretora.

Os projetos podem ser online, presenciais, híbrido, com duração de poucas horas ou longos. O importante, segundo Dal Magro, é ter resultado. “Já recebemos solicitação para fazermos cursos de formação online, sendo que grande parte dos professores não tem internet à disposição. Ou pedem cursos de longa duração, mas não disponibilizam horas para o professor se dedicar ao curso”, conta Alini. O trabalho de formação é singular e respeita as possibilidades sociais, culturais e econômicas de cada parceiro.

Os temas mais solicitados para a formação continuada de professores é a BNCC – Base Nacional Comum Curricular, a alfabetização, Língua Portuguesa e Matemática. Em 2018 o Singularidades formou 68 mil professores. Entre eles, um curso online auto instrucional que alcançou 15 mil professores de 852 municípios e 26 estados.