by /0 comments

Baixo salário do professor afasta estudante da profissão

Pesquisa da Fundação Carlos Chagas revela que 30% dos jovens já pensaram em ser professores mas desistiram em função da desvalorização da profissão
O baixo salário do professor é um dos principais motivos de o estudante do ensino médio não desejar seguir a profissão de docente. A constatação é da pesquisa Atratividade da Carreira Docente no Brasil, realizada pela Fundação Carlos Chagas.

Cerca de 30% dos jovens já pensaram em ser professores, mas desistiram em função da baixa remuneração, falta de identificação profissional, desrespeito dos alunos e desvalorização social da profissão.

Encomendada pela Fundação Victor Civita, o trabalho revelou ainda que apenas 2% dos alunos entrevistados têm a pedagogia ou alguma licenciatura como opção principal no vestibular.

A pesquisa mostra o perfil do jovem que decide ser professor: 87% estudam em escolas públicas, 77% são mulheres e metade deles vem de famílias cujos pais têm no máximo a 4ª série. Além disso, 45% afirmam ter conhecimento praticamente nulo de inglês e 39% têm renda familiar inferior a três salários mínimos.

A fundação informa que reuniu especialistas na área de educação para discutir as soluções para o problema e identificou oito sugestões: salários iniciais mais altos, planos de carreira, melhoria nas condições de trabalho, formação inicial e continuada, resgate do valor da profissão, boas experiências escolares com os alunos e tratar o professor como profissional.

Leia a íntegra da pesquisa

Leia também a edição especial da revista Nova Escola sobre o estudoair cargo logisticsлобановский александрblackjack strategy card