by /0 comments

Brasil avança no investimento em educação, mas desigualdade ainda é grande

Educação superior recebe US$ 13.137 por estudante; já na educação básica valor é de US$ 2.653

O investimento do Brasil em educação aumentou de 3,5% para 5,6% do Produto Interno Bruto (PIB) entre os anos 2000 e 2010 e alcançou a média dos países ricos, de 5,4%, relata a BBC Brasil. Dados recentes do Ministério da Educação, no entanto, indicam investimento de 6,1% do PIB em educação em 2012.

De acordo com o relatório Education at a Glance, divulgado na terça-feira, dia 25, pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o governo brasileiro investiu em média US$ 2.964 (aproximadamente R$ 6,6 mil) por estudante em 2010, contra US$ 8.382 (cerca de R$ 18,8 mil) nos países da OCDE.

A educação superior recebeu a maior parcela de gastos ─ US$ 13.137 por estudante, mais que a média dos países da OCDE, de US$ 11.383. Já os investimentos em educação primária e secundária foram muito inferiores aos dos países ricos ─ US$ 2.653 por estudante, comparado com US$ 8.412 nos países da OCDE.

O analista da OCDE, Eric Charbonnier, disse à BBC Brasil que não há ligação direta entre o investimento e a qualidade da educação. “O que faz a diferença é a qualidade do investimento, não a quantidade. E o Brasil, nesses últimos anos, soube utilizar bem seus investimentos na educação”, afirmou.

A organização considera que “durante a última década o Brasil provou que era capaz de melhorar sensivelmente o desempenho de seus alunos” combinando o aumento em investimentos com uma “divisão de gastos mais equilibrada que no passado”.

“Os fundos federais são agora consagrados aos estados mais pobres, garantindo a seus estabelecimentos (de ensino) recursos similares aos dos estabelecimentos de estados mais ricos”, diz o relatório.

O jornal O Globo destaca vário dados negativos do estudo para o Brasil: país com menor gasto por aluno no ensino médio e o segundo pior no gasto por criança na faixa de 3 anos ou mais, considerando as matrículas em creches e pré-escolas.

O diretor assistente para Educação e Habilidades da OCDE, Andreas Schleicher, disse ao repórter Demétrio Weber que “o Brasil fez muito progresso, mas ainda há um longo caminho pela frente e muito deve ser feito para melhorar a qualidade do ensino”. Na opinião dele, “o atual nível de investimento não é suficiente para que o Brasil vire um país de alta performance educacional. Agora, se mantiver a rota, chegará lá”.

O jornal destaca que o relatório mostra que 20% dos brasileiros de 15 a 29 anos não estudavam nem trabalhavam em 2011. De acordo com a OCDE, o Brasil ficou estagnado neste índice, mas a média mundial aumento dois pontos percentuais, atingindo 16% em 2011.

O jornal diz que o Education at a Glance mostra também que o acesso à educação vem crescendo no Brasil. Enquanto apenas 26% dos brasileiros de 55 a 64 anos concluíram o ensino médio, esse índice alcança 57% da população mais jovem, na faixa de 25 a 34 anos. No entanto, só 13% da população de 25 a 34 anos concluíram a faculdade. É a pior taxa entre 36 países analisados e corresponde a um terço da média das nações da OCDE (39%).

O relatório destaca que o Brasil é o segundo país do grupo onde o diploma de ensino superior representa maior ganho salarial, atrás somente do Chile. No Brasil, um graduado ganha em média 157% mais do que um não graduado. Nos países da OCDE, essa diferença é de 57%.

O Ministério da Educação destaca que o relatório anual da OCDE mostra o Brasil como o segundo País que mais investiu na educação infantil. Entre 2009 e 2010 houve um crescimento de 24,4% – passando-se de USS 1.696,00 para USS 2.111,00 por aluno.

A taxa de matrícula das crianças de quatro anos passou de 37,2% para 56,7%. No atendimento às crianças de três anos o atendimento passou de 21% em 2005 para 36% em 2011.

O Education at a Glance é uma publicação realizada desde 1998. O Brasil tem seus dados publicados desde 2007. Pertencem à OCDE 34 países, a maioria deles desenvolvidos, e também nações emergentes, como México e Chile.

полигон оооноутбуки 2016справка 86 для