by /0 comments

Brasil deve continuar melhorando no Pisa

O gerente nacional do Pisa, professor João Galvão Bacchetto, disse ao jornal Valor que o país deve saltar posições no ranking no resultado geral

Os resultados do Brasil no Programme for International Student Assesment (Pisa), uma das principais avaliações da educação no mundo, devem continuar melhorando, informa reportagem do jornal Valor. O Brasil figura atualmente na 54ª posição do ranking do exame.

Em maio, 25.712 estudantes de 902 escolas espalhadas por 574 cidades em todos os Estados foram avaliados em leitura, matemática e ciências. Os resultados devem sair no ano que vem.

O gerente nacional do Pisa, professor João Galvão Bacchetto, disse ao repórter Luciano Máximo que no resultado geral, somando as três disciplinas, o país deve saltar posições no ranking. “O país deve continuar melhorando, pois a educação brasileira vem melhorando”, disse. A prova é feita por jovens de 15 e 16 anos, ou seja, alunos acima do 7º ano do ensino fundamental.

As avaliações do Pisa acontecem a cada três anos e a cada edição do programa há maior ênfase em cada uma dessas áreas.

“No caso do Pisa 2012 a matemática é o foco. Das três área esta é aquela que o ensino brasileiro vem apresentando maiores dificuldades ao longo das edições. Mas o resultado do Pisa deve ser visto de forma global e não apenas centralizado em uma ou outra área, quando compararmos com o Pisa 2003, que o foco também é matemática, teremos avançado bastante”, afirmou o dirigente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação.

Participaram da avaliação este ano, promovida pela Organizada pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), mais de 400 mil alunos de 15 e 16 anos de escolas públicas e privadas de mais de 60 países.

фотоаппарат nikonimg lighting отзывыстроительство бани своими