by /0 comments

Cada escola receberá este ano entre R$ 10 mil e R$ 75 mil, de acordo com o número de matriculas Mais de 27 mil escolas públicas da educação básica que registraram baixos índices de desenvolvimento da educação (Idebs) em 2005 e 2007 receberão cerca de R$ 517 milhões, informa o Ministério da Educação nesta sexta-feira, dia 27. O coordenador-geral de gestão escolar da Secretaria de Educação Básica, José Carlos Martinez Fernandez, disse ao site do ministério que orientará as escolas a usarem o dinheiro para os programas do MEC de qualificação de conselheiros escolares, aumento da educação integral, maior participação da comunidade na escola, informatização e obras acessibilidade, como construção de rampas e adaptação de banheiros. Segundo ele, cada escola receberá este ano entre R$ 10 mil e R$ 75 mil, de acordo com o número de matriculas. Entre os Estados com maior número de escolas estão a Bahia, com 3.248 escolas, Minas Gerais (2.772), Rio de Janeiro (2.031) e São Paulo (2.029). O ministério informa que em 2009, o Plano de Desenvolvimento da Escola atenderá 27.885 escolas que obtiveram índice abaixo da média nacional em 2007, que foi de 4,2 pontos nos anos iniciais do ensino fundamental e 3,8 pontos nos anos finais. O MEC informa ainda que todos os dados sobre os recursos por unidade e como deve ser feita a prestação de contas – estão descritos na Resolução nº 4/2009, de 17 de março.

Cada escola receberá este ano entre R$ 10 mil e R$ 75 mil, de acordo com o número de matriculas
Mais de 27 mil escolas públicas da educação básica que registraram baixos índices de desenvolvimento da educação (Idebs) em 2005 e 2007 receberão cerca de R$ 517 milhões, informa o Ministério da Educação nesta sexta-feira, dia 27.

O coordenador-geral de gestão escolar da Secretaria de Educação Básica, José Carlos Martinez Fernandez, disse ao site do ministério que orientará as escolas a usarem o dinheiro para os programas do MEC de qualificação de conselheiros escolares, aumento da educação integral, maior participação da comunidade na escola, informatização e obras acessibilidade, como construção de rampas e adaptação de banheiros.

Segundo ele, cada escola receberá este ano entre R$ 10 mil e R$ 75 mil, de acordo com o número de matriculas.

Entre os Estados com maior número de escolas estão a Bahia, com 3.248 escolas, Minas Gerais (2.772), Rio de Janeiro (2.031) e São Paulo (2.029).

O ministério informa que em 2009, o Plano de Desenvolvimento da Escola atenderá 27.885 escolas que obtiveram índice abaixo da média nacional em 2007, que foi de 4,2 pontos nos anos iniciais do ensino fundamental e 3,8 pontos nos anos finais.

O MEC informa ainda que todos os dados sobre os recursos por unidade e como deve ser feita a prestação de contas – estão descritos na Resolução nº 4/2009, de 17 de março.что такое 1с битрикспескоструйная очистка металлаигр для девачек