by

Celular é ferramenta de aprendizado em sala de aula

Liberado em escolas particulares, o celular é considerado uma ferramenta que auxilia o aprendizado. A rede pública debate se pode seguir pelo mesmo caminho.

O uso de celular é frequente no Colégio Elvira Brandão, na zona sul de São Paulo, relata reportagem da TV Cultura. O uso é permitido em todo o colégio, inclusive na sala e aula.

A aluna Anna Clara da Silva, de 9 anos, conta que ao invés de “pegar o dicionário e ver, você pode pegar o celular e pesquisar”. Flavia Fontana, também de 9 anos, acha “muito legal porque dá para fazer pesquisa e aprender mais”.

Celular com regras

Mas o uso do celular é orientado por regras. “Os alunos trabalham em grupo de forma colaborativa. Utilizam este recurso e fazem as atividades propostas pelos professores em sala de aula”, explica a gestora em tecnologia educacional do Elvira, Celise Correia.

O neuropsicólogo Saul Cypel diz que se a criança “ficar muito interessada e mobilizada em manusear o celular, vai perder o contato os outros estudantes e principalmente com o professor”.

O secretário estadual de Educação, Renato Nalini, discute a possibilidade de flexibilizar o uso de celular na rede pública, mas para isso precisaria mudar a legislação estadual que proíbe o aparelho em sala de aula.

A proibição também ocorre nos estados de Pernambuco, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Ceará, Mato Grosso, Bahia, Rondônia, Goiás e Rio de Janeiro.

É proibido usar celular na sala de aula em São Paulo

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone