by /0 comments

Comissão do Senado aprova indenização à UNE

Uma comissão de representantes do governo ficará encarregada de definir a forma e o valor exato da indenização
A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou nesta terça-feira, dia 20 de abril, o projeto de lei que obriga o Estado brasileiro a pagar uma indenização, acima de R$ 15 milhões, à União Nacional dos Estudantes (UNE) pela destruição, em 1964, da sede entidade, no Rio de Janeiro. O texto vai agora para o plenário, para a votação final, informa a Agência Senado.

Uma comissão de representantes do governo ficará encarregada de definir a forma e o valor exato da indenização. A indenização, no entanto, não poderá ultrapassar o limite de seis vezes o valor de mercado do terreno localizado na praia do Flamengo.

O projeto foi enviado ao Legislativo pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele já foi aprovado na Câmara.

Situado na praia do Flamengo, o prédio serviu de base para os estudantes brasileiros conduziram suas lutas. Foi na sede da UNE que o então presidente João Goulart foi, com todo o seu ministério, agradecer a participação dos estudantes na campanha da legalidade que lhe garantiu assumir a Presidência da República depois da renúncia de Janio Quadros.

O ex-deputado Aldo Arantes, que foi um dos presidentes da entidade nos ano 60, disse ao site da UNE que o prédio era conhecido como a “Casa da Resistência Democrática”лобановский александрблаготворительный фонд владимира мунтянажурнал катера и яхты