by

Congresso ICLOC de Práticas na Sala de Aula chega ao 10º ano com recorde de projetos

Terminaram as inscrições para o 10º Congresso ICLOC de Práticas na Sala de Aula, com o número recorde de 1112 trabalhos enviados.

O evento, que na sua primeira edição, em 2009, contou com 60 apresentações atinge, em dez anos, mais de 1800 % de aumento, evidenciando a importância que os educadores atribuem à discussão de suas práticas letivas.

Nossa cidade tem sediado inúmeros congressos de educação, propiciando a todos o enriquecimento de aspectos importantes para seu trabalho. No entanto, a participação dos educadores tem sido passiva, limitando-se a algumas perguntas aos palestrantes.

Desde sua criação, o Instituto Cultural Lourenço Castanho (ICLOC), ao contrário, se propôs a organizar congressos em que professores fossem os protagonistas, apresentando comunicações orais, relatando suas aulas, projetos e planejamentos e também debatendo, com o público, assuntos ligados a suas práticas. Não há cerimônia de abertura, autoridades convidadas ou especialistas palestrando. O evento começa com professores, distribuídos em mais de oitenta salas de aula, apresentando, junto com três colegas de escolas diferentes, o dia-a-dia de suas atividades letivas.

O evento ocorre em um só dia. Em maio de 2017, circularam pelos amplos espaços do Colégio Presbiteriano Mackenzie cerca de 6.000 educadores.

Nos dois primeiros encontros, em 2009 e 2010, apenas escolas particulares de São Paulo apresentaram trabalhos. Nos anos seguintes, com o empenho da ONG Parceiros da Educação, foram chegando inscrições de variadas entidades públicas, tanto da Capital como de outras cidades do Estado de São Paulo, além de forte participação do SESI, SENAI e SENAC.

No 10º Congresso, foi atingido um dos objetivos do ICLOC: o número de instituições públicas ultrapassou o de particulares! Para um País, em que somente cerca de 15% dos estudantes da educação básica frequenta escola particular, poder contribuir para a formação de 85% da população é significativamente importante.

Ao se tornar o maior encontro pedagógico realizado atualmente no Brasil, e, talvez, na América Latina, o Congresso ICLOC de Praticas na Sala de Aula transformou-se, também, em um indicador seguro dos interesses e preocupações, tanto de instituições públicas quanto privadas.

Vejamos do que tratam alguns dos 1112 trabalhos, que tendências revelam e quais são as inovações mais significativas.

Inicialmente, chamam a atenção os trabalhos sobre Formação de Educadores, realizados pelas escolas e, surpreendentemente, por Cursos Superiores, tanto de Pedagogia como de Licenciaturas: alunos realizando estudos do campo para vivenciar o que farão quando assumirem uma sala de aula, ou aprendendo a criar um livro, junto com seus futuros alunos, ligado ao que eles estarão estudando e muitos outros desafios. Vemos que se evidencia a uma forte carência na formação de professores, principalmente no que diz respeito às práticas letivas.

Nos trabalhos sobre Inclusão de alunos com as mais variadas limitações está evidente a certeza de que, além de desenvolver práticas inclusivas a partir da avaliação das dificuldades apresentadas, é essencial o estabelecimento de vínculos entre todos os membros da comunidade escolar, inclusive com as famílias. O fato de incluir um aluno – de 2 a 40 anos- em uma classe regular da Educação Básica, do Ensino Médio Técnico ou em EJA, e desenvolver atividades junto com os colegas é hoje considerado o fator mais significativo para o progresso pedagógico, social e afetivo de toda a turma, beneficiando tanto os alunos que estão se desenvolvendo bem, como os que apresentam leves ou severas limitações.

Interessante também observar que os Cursos Médio Técnico Profissionalizante passaram a se preocupar com o desenvolvimento de competências sócio emocionais, como preparação para o mundo do trabalho.

Devemos estar atentos a essas tendências diante do futuro incerto e desconhecido no qual nossos atuais alunos vão viver e trabalhar.

O 10º Congresso ICLOC de Práticas na Sala de Aula acontecerá no sábado, dia 26 de maio, nas dependências do Colégio Presbiteriano Mackenzie, em São Paulo – SP. O evento é gratuito e disponibiliza certificado de participação aos educadores. Mais informações estão disponíveis no site www.icloc.org.br/congressoicloc.

Por Sylvia Figueiredo Gouvêa, fundadora e conselheira da Escola Lourenço Castanho, conselheira do Conselho Estadual de Educação/SP e Presidente do ICLOC.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone