by /0 comments

Contratos da secretaria de educação de São Paulo são investigados

O Estado de S. Paulo informa que o Secretário de Comunicação, Hubert Alquéres, é sócio de instituto que oferece capacitação para professores da rede estadual

Os contratos firmados entre a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e o Instituto Japi de Ensino Superior, que tem como sócio o atual secretário estadual de Comunicação e diretor-presidente da Imprensa Oficial, Hubert Alquéres, serão investigados pelo Ministério Público. Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, a Japi ganhou três pregões para oferecer cursos em 2005 e 2006, com valor total de R$ 607 mil.

A ex-secretária da Educação nos governos Mário Covas e Geraldo Alckmin, Rose Neubauer, é também sócia do Instituto Japi. Alquéres foi secretário-adjunto de Rose nesse período. A empresa existia desde 1998 e, em dezembro de 2004, foi adquirida pelos atuais sócios. A educadora Guiomar Namo de Mello, ex- secretária de educação do então prefeito Mário Covas, estava entre os sócios até 2006.

A Promotoria de Justiça da Cidadania analisará se houve algum tipo de favorecimento da Japi pelo fato de ter como sócio um secretário do governo.

O secretário de Comunicação respondeu à repórter Renata Cafardo por e-mail que tem “quotas representativas de 33,33% do capital social” da instituição. “Não exerço e tampouco exerci, desde meu ingresso na referida sociedade, qualquer cargo em sua administração, e não participo de suas deliberações”.

Segundo documentos obtidos pelo jornal, em uma das concorrências, o preço proposto pelo instituto representava quase um quarto do valor definido como referência. “O que chama a atenção é a questão dos valores do pregão colocados pela administração e aqueles vencedores, num montante bastante inferior”, diz o promotor Silvio Marques.

Leia a reportagem em O Estado de S. Paulo

поисковая оптимизация сайта для яндексамунтян возрождение киевdeposit slot