by /0 comments

Cresce o uso do computador e da internet na sala de aula, informa pesquisa

Nas escolas públicas, 46% dos docentes declararam utilizar as ferramentas digitais em atividades com os alunos na sala de aula – um aumento de 10 pontos percentuais em relação ao ano de 2012

Os professores e alunos brasileiros estão usando cada vez mais o computador e a internet em suas atividades em sala de aula, revela a pesquisa TIC Educação 2013, realizada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br).

Nas escolas públicas, 46% dos docentes declararam utilizar as ferramentas digitais em atividades com os alunos na sala de aula – um aumento de 10 pontos percentuais em relação ao ano de 2012.

Segundo o trabalho, a mobilidade é uma das principais tendências, já que o computador está presente em apenas 6% das salas de aula, sendo o local mais comum o laboratório de informática (76%).

“Esse dado mostra como o professor percebe a importância do uso das novas tecnologias com os alunos, pois, parte deles leva seu computador pessoal para a sala de aula”, disse Alexandre Barbosa, gerente do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (CETIC.br).

A pesquisa ouviu, entre setembro e dezembro de 2013, prencialmente, 939 diretores, 870 coordenadores pedagógicos, 1.987 professores e 9.657 alunos, de 994 escolas públicas e privadas localizadas em áreas urbanas de todas as regiões do Brasil.

O uso de tablets nas escolas públicas teve um grande crescimento e passou de 2% em 2012 para 11% em 2013. Cerca de 71% das escolas públicas possuem acesso à Internet sem fio (WiFi), um aumento de 14 pontos percentuais em relação a 2012.

A pesquisa aponta que a internet está presente na maioria das escolas que possuem computador na rede pública (95%) e na rede privada (99%), porém, a baixa velocidade de conexão à rede ainda é um desafio: 52% das escolas públicas declararam possuir uma conexão de até 2 Mbps, enquanto este percentual é de 28% nas escolas particulares.

O texto de divulgação da pesquisa informa que os professores e os coordenadores pedagógicos dizem que a velocidade é a maior barreira para o uso das novas tecnologias nos processos de ensino e aprendizagem.

O uso da internet continua praticamente universalizado entre os professores de escolas públicas (99%) e o acesso à rede por meio de dispositivos móveis cresceu 14 pontos percentuais em 2013: 36% dos professores declararam acessar a rede por meio de telefone celular, sendo que no ano anterior este número era de 22%.

A pesquisa TIC Educação 2013 mostra que 96% dos professores de escolas públicas usam recursos educacionais disponíveis na internet para preparar aulas ou atividades com os alunos. No entanto, apenas 21% deles publicaram algum conteúdo educacional que produziram.

Os tipos de recursos mais utilizados são imagens, figuras, ilustrações ou fotos (84%), textos (83%), questões de prova (73%) e vídeos (74%). O uso de jogos chega a 42%, apresentações prontas, 41%, e programas e softwares educacionais, 39%.

Mais informações no link http://www.nic.br/imprensa/releases/2014/rl-2014-22.htmменю никасоблучение опухолей простатыдля душевых

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone