by /0 comments

Das 59 universidades federais, 54 usarão Enem ou Sisu na seleção em 2011

Como o Ministério da Educação liberou as instituições para decidir sobre o uso do exame, há várias formas de adesão, revela balanço do Uol

Das 59 universidades federais, pelos menos 54 usarão a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) na seleção para ingresso em 2011, revela balanço do portal Uol. Como o Ministério da Educação liberou as instituições para decidir sobre o uso do exame, há várias formas de adesão.

Cerca de 23 usarão exclusivamente o Enem. Destas, 20 utilizarão Sisu. Outras usarão parte da nota e algumas terão o Enem apenas em determinados cursos. Três Federais ainda não definiram – Amapá, Goiás e Alfenas (MG). A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) de Brasília (UnB) vão adotar o Enem só para vagas remanescentes.

Quem usar apenas parte do Enem vai manter seus vestibulares tradicionais paralelamente.

Na Universidade Federal de Campina Grande, o vestibulando terá que pagar inscrição em separado para concorrer às vagas. A Universidade Federal do Pará (Ufopa) e a Universidade Federal da Integração Luso-Afro-Brasileira (Unilab) ainda não divulgaram se cobrarão pela inscrição.

Algumas instituições, como as federais de Lavras (Ufla), em Minas Gerais, do Piauí (UFPI) e da Paraíba (UFPB), ainda estão terminando processos de avaliação seriada, em que os estudantes fazem provas no decorrer do ensino médio, antes de adotarem o Enem como seleção única.

Entre as que aderiram integralmente ao SiSU estão a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e a Fundação Universidade Federal do Rio Grande (Furg). A Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) decidiu oferecer 60% das vagas pelo sistema unificado: 20% para cotas sociais e 40% pelo sistema universal.

As instituições da Bahia (UFBA) e São Paulo (Unifesp) usarão o Enem para alguns cursos. A UFBA realiza seleção própria para os cursos tradicionais e oferta todas as vagas dos bacharelados interdisciplinares e dos cursos superiores de tecnologia pelo SiSU.

Já a Unifesp utiliza a nota do Enem como primeira fase em sete cursos incluindo a concorrida graduação de medicina; os demais disponibilizam vagas pela seleção pelo Enem. Nas federais do Rio Grande do Sul (UFRGS), Santa Maria (UFSM), Rural da Amazônia (Ufra), Viçosa (UFV), São João Del Rei (UFSJ), Triângulo Mineiro (UFTM), Santa Catarina (UFSC) e Paraná (UFPR), o resultado do exame será utilizado para complementar a nota final do candidato.

Há ainda instituições que irão substituir a primeira fase do processo seletivo pela nota do Enem. São elas: Pará (UFPA), Rondônia (Unir), Pernambuco (UFPE), Uberlândia (UFU), Espírito Santo (Ufes), Minas Gerais (UFMG) e Juiz de Fora (UFJF).

Em outras quatro instituições, o Enem será usado apenas para preencher vagas remanescentes, como na Universidade de Brasília – UnB.

Veja a lista complete do Uol

отзыв MFX Brokerкисточки для макияжа предназначениеinstagram insights for