by /0 comments

Deputados vão receber lanternas para aprovar o piso nacional

Ação faz parte da Semana de Educação para Todos, cujo tema é “Educação de Qualidade para Todos: fim da exclusão já”

deputados

Com o tema “Educação de Qualidade para Todos: fim da exclusão já”, educadores de várias partes do mundo e do Brasil estão programando diversas atividades de 22 a 29 de abril na Semana de Educação para Todos. O evento é organizado todos os anos pela Campanha Global pela Educação e tem como objetivo chamar a atenção dos governos e da sociedade sobre os compromissos assumidos em Dacar em 2000, por ocasião do Fórum Mundial de Educação.

Nesta quarta-feira, em Brasília, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) vai distribuir lanternas ao parlamentares que devem votar, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o projeto de lei que institui um piso nacional de R$ 950 para professores. Segundo a CNTE, a idéia é “levar um pouco de luz para iluminar os caminhos da educação pública de qualidade”.

Ainda hoje, será realizada uma audiência pública na Comissão de Educação sobre Custo-Aluno Qualidade Inicial e a reforma tributária. Na sexta-feira, está programado um dia de ações voltadas para a comunidade. “A Escola Vai à Praça” apresentará produções científicas e culturais das escolas.

No Brasil, diz a CNTE, as discussões estão centradas em três pontos: gestão democrática, financiamento e valorização da educação. “São três vértices de um triângulo que consideramos fundamental para uma educação de qualidade, para promover uma escola inclusiva”, disse o presidente da entidade, Roberto Leão.

Segundo a Campanha Global pela Educação, em todo o mundo 72 milhões de crianças estão fora da escola e 774 milhões de adultos são analfabetos.

O Marco de Ação de Dacar estabelece seis objetivos para o alcance da Educação para Todos até 2015:

1) expandir e melhorar a educação e cuidados na primeira infância;

2) assegurar o acesso de todas as crianças em idade escolar à educação fundamental completa, gratuita e de boa qualidade;

3) ampliar as oportunidades de aprendizado dos jovens e adultos;

4) melhorar em 50% as taxas de alfabetização de adultos;

5) eliminar as disparidades entre gêneros na educação;

6) melhorar todos os aspectos da qualidade da educação.

Clique para ver o Relatório de Monitoramento de Educação para Todos

Acompanhe a semana no site da Campanha Nacional Pelo Direito à Educação

полигон компания отзывыраспродажи москваоборудование