by /0 comments

Dia da Consciência Negra inspira ação afirmativa

No próximo dia 20, comemora-se o Dia da Consciência Negra, momento em que o conceito de ação afirmativa ganha força, principalmente nas instituições educadoras. Para a Escola Projeto Vida, em São Paulo, trata-se fundamentalmente de ampliar o conhecimento da nossa identidade.

“Conhecer a história da África é conhecer a formação do povo brasileiro, suas raízes culturais, a economia e a política”, afirma Elisabete Gomes Vecchiato, coordenadora da área cultural da Escola Projeto Vida. Para a educadora, as influências africanas estão na dança com o samba, o maracatu e a congada; na literatura, com Machado de Assis; na capoeira, no vestuário, na alimentação, nas artes visuais, enfim, na riqueza da cultura brasileira, fruto da fusão de tantos povos.

Para contemplar essa perspectiva, a Projeto Vida realiza, dia 18, uma série de atividades dirigidas a alunos e a pais. Na programação, exibição do filme “L’Envol d’un masque”, seguido de bate-papo com um representante da Casa das Áfricas; exposição de roupas e tecidos africanos; exposição de tecidos pintados com temas africanos, inspirados nas obras de George Lilanga por alunos da educação infantil; pinturas e desenhos sobre o cotidiano de países africanos e afro descendentes por alunos de ensino fundamental; roda de Contos Africanos com pipoca e fogueira; oficina de modelagem em argila.

“Hoje, diante dos desafios da nossa sociedade, sabemos que o nosso trabalho deve estar calcado no conceito de interculturalidade, no conhecimento das várias culturas com suas especificidades somadas as suas fusões e diálogos, seus potenciais de criação e recriação diante dos processos socioculturais”, acrescenta Vecchiato.австрийское консульствокупить развал схождения