by

Doação de sangue – Gostaria de convidar a sua escola para participar do Programa Educar para Doar – AMEO

 

 

 

 

 

Esta iniciativa teve inicio nas escolas de Barcelona há 15 anos e aqui foi encampada em 2014 pela AMEO (Associação da Medula Óssea).

 

O que pretendemos?

Não é de hoje que as escolas se preocupam em transmitir muito mais que conhecimentos. Faz parte das suas ocupações a formação de cidadãos com senso de responsabilidade social.  Por isso, trouxemos  a doação de sangue para o âmbito educacional: é importante que os jovens se familiarizem com o universo da doação para, um dia, se tornarem doadores.

Afinal, se não doarmos não haverá sangue!

 

Como?

O programa Educar para Doar vai até escolas públicas e particulares e por meio de uma pequena encenação os monitores do Educar para Doar – AMEO demonstram a importância  e facilidades e restrições para ser um doador de sangue.

Com a assessoria do Programa, os alunos (pode ser de 5º ano a EM) ficam responsáveis por criar uma campanha de doação de sangue e, como encerramento, todos são encaminhados para o hemocentro mais próximo para um dia de doação chamado pela escola.

Esse dia de doação é importante, não pelo número de doadores conseguidos pelos alunos e sim por que, muitas vezes, é o primeiro ato de cidadania efetivo praticado pelos alunos: eles acompanham o resultado da sua ação.

Esse projeto é de grande importância para a AMEO, pois hoje no Brasil o número de doadores de sangue e orgãos é insuficiente para a necessidade dos pacientes. A disponibilidade de sangue é resultado de um ato voluntário e consciente. Despertar a sociedade para necessidade de doar é um desafio cada vez mais evidente.

 

Alguns dados:

– Um a cada cinco cidadãos necessita receber ao menos uma transfusão de sangue ao longo da vida.

– No Brasil apenas 1,9% da população é doadora – ideal segundo OMS -3%

– Apenas 17% dos doadores tem nível universitário

– A cada 2 minutos alguém precisa de sangue

 

*O Educar para Doar que não tem nenhum ônus para escola e sua aplicação se adapta ao funcionamento das escolas

 

Contato:  Silvia Meirelles –educarparadoar@ameo.org.br– 11.98396.5636

AMEO – 11. 3333.4424 – www.ameo.org.br

www.facebook.com/educarparadoarameo