by /0 comments

DRU da educação será extinta, acredita ministro da Educação

“O fim da DRU significará que os futuros governos não farão aquilo que foi a regra dos anos 90: cortes na área social que incidam, sobretudo, na área da educação”, afirma Fernando Haddad

O ministro da Educação, Fernando Haddad, acredita que o presidente Lula irá manter o compromisso de acabar com a Desvinculação de Recursos da União (DRU) da educação, mesmo com a crise financeira internacional. Em discurso na abertura da 31ª Reunião da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped), domingo, dia 19, em Caxambu (MG), ele disse que “o fim da DRU significará não apenas um aporte adicional de recursos, mas que os futuros governos não farão aquilo que foi a regra dos anos 90: cortes na área social que incidam, sobretudo, na área da educação”, disse.

A fala do ministro ocorre dois dias depois de o jornal O Estado de São Paulo informar que os deputados José Eduardo Cardozo (PT-SP) e Chico Lopes (PC do B-CE) atenderam a um pedido do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e seguraram a votação da proposta na Comissão de Constituição de Justiça da Câmara.

Caso a DRU acabe, o orçamento da educação poderia ganhar mais R$ 2 bilhões no próximo ano, um valor que chegaria a R$ 8 bilhões em 2011, já que a extinção da DRU será gradual. Haddad enfatizou que o orçamento do Ministério da Educação mais do que dobrou em seis anos — de R$ 21 bilhões em 2003 para previstos R$ 48 bilhões em 2009.

Em reportagem publicada nesta terça-feira, dia 21, o jornal informa que o ministro das Relações Institucionais, José Múcio (PTB-PE), disse que o acordo para acabar com a DRU está mantido.

A senadora Ideli Salvatti (PT-SC), autora da proposta, afirmou que telefonou para os dois deputados e eles disseram que pediram vistas porque não sabem qual a posição do governo. “A crise econômica pode modificar o ambiente, mas eu não acredito que vá haver modificação na palavra dada. Há um acordo com o governo”, disse ela à repórter Lisandra Paraguassú.

Leia também:

Crise global pode tirar R$ 2 bilhões da educação

заказать статьилобановский александр досьефутболки белые детские купить дешево