by

Enem 2018: número de inscrições cai 18%

As inscrições para o Enem 2018 tiveram uma redução de 18,7% na comparação com a prova do ano passado. Foram 5.513.662 inscritos confirmados, contra 6.731.203 no ano passado, informou o Ministério da Educação (MEC), nesta quarta-feira, dia 29. O MEC atribuiu a queda às medidas adotadas para reduzir o número de faltantes

De acordo com o ministério, nos últimos 5 anos, a média de abstenções no Enem foi 29%, gerando um prejuízo de R$ 962 milhões.  No ano passado, apesar de 6,7 milhões terem tido a inscrição confirmada, 4,7 milhões compareceram.  O MEC garante que o valor cobrado pela inscrição é insuficiente para arcar com todos os custos do exame.

A Agência Brasil informa que uma das medidas tomadas este ano foi a inscrição prévia de candidatos que desejavam solicitar a isenção no exame.

Para a edição de 2018, 3.521.181 pessoas foram beneficiadas com a gratuidade por se enquadrarem em um dos quatro perfis que dão direito à isenção.

O estudante que recebeu a isenção no ano passado, não fez a prova e também não justificou a ausência perdeu o direito a gratuidade este ano.

A maioria dos participantes isentos, 39,7%, obteve o direito de não pagar a taxa de inscrição por ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou como bolsista integral na rede privada, além de comprovar renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio.

O MEC informa que o Enem 2018 terá mais mulheres: 59,1% dos inscritos. Os participantes com 18 anos representam 17% do total; os de 19 anos, 15,9%; e os de 20 anos, 10,5%. Aqueles com idade entre 21 e 30 anos representam 33,8% do total. Em relação à situação escolar, 58,6% já concluíram o ensino médio; 29,7% são concluintes em 2018 e 10,6% concluirão após 2018, os chamados “treineiros”.

Sudeste e Nordeste concentram a maioria das inscrições, 37% e 33%, respectivamente. Norte e Sul têm 11%, cada, e o Centro-Oeste tem 8% dos participantes. São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco são os estados com maior número de inscritos.

O Enem oferece três tipos de atendimento –  especializado, específico e por nome social – e 15 recursos de acessibilidade.

O atendimento especializado teve 35.335 solicitações, de 29.926 participantes diferentes, sendo a maioria para deficiência auditiva (11.252), deficiência intelectual (7.687) e baixa visão (6.415).

Os atendimentos específicos tiveram 15.084 solicitações, de 11.790 participantes diferentes, sendo a maioria para outras condições específicas (7.273) e lactantes (2.360).

As solicitações de atendimento por nome social, para participantes transexuais e travestis que quiserem ser identificados no exame em consonância com sua identidade de gênero, podem ser feitas até 3 de junho.

As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro.

Confira aqui o balanço sobre as inscrições ao Enem 2018.