by

Enem: MP pede anulação da redação; MEC vê boato e culpa oposição

Um dia após o Enem, o Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) pediu à Justiça Federal a anulação da redação, por suspeita de vazamento do tema da prova. Em duas notas e entrevista, o Ministério da Educação negou o vazamento e acusou a oposição de tentar desestabilizar o governo federal.

Para o procurador Oscar Costa Filho, caso seja confirmado o vazamento, o tratamento isonômico entre os candidatos teria sido desrespeitado. Na semana anterior ao exame, o procurador tentou, sem sucesso, suspender o exame devido à decisão do MEC de adiar a prova nas escolas ocupadas por estudantes.

Enem na PF

A Agência Brasil informa que a Polícia Federal (PF) no Ceará prendeu um candidato que entrou em um local de realização do Enem com rascunho da redação e com ponto eletrônico. No entendimento do procurador, isso comprovaria o vazamento de informações relativas à redação. No Amapá, um homem foi preso e disse que também sabia o tema da redação antes da prova.

O procurador responsável pela ação sustenta ainda que o tema “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil” também apareceu em publicação do MEC divulgada no ano passado para desmentir uma prova falsa às vésperas do Enem daquele ano.

O Inep divulgou duas notas na segunda-feira, dia 7. Na primeira, classificou de “tentativa de tumultuar” o Enem a repercussão em torno da semelhança entre o tema da redação deste ano com o de uma imagem de suposta prova do Enem que teria vazado em 2015. Na segunda nota, diz que está apurando a denúncia de vazamento juntamente com a PF.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, garantiu que não houve vazamento. “É um suposto vazamento. Vazamento, quando existe, tem que ter o texto do título da redação e quem se beneficiou desse enunciado. Não houve nem uma coisa, nem outra. Então é mais uma informação falsa, patrocinada por redes patrocinadas por partidos políticos que desde o início queriam boicotar o Enem 2016. Partidos de oposição, claramente, não tenho dúvida”, acusou.

Leia também:

Enem tem abstenção de 30% e 11 prisões

Enem 2016 em fotos