by /0 comments

Entidade pesquisa projetos de incentivo à leitura e à escrita

Cenpec mostra alguns programas desenvolvidos por governos, ongs e fundações empresariais na rede pública de ensino

Uma pesquisa nacional realizada pelo Cenpec revela alguns projetos em leitura e escrita realizados por governos, ongs e fundações empresariais na rede pública de ensino.

No Estado de São Paulo, a Secretaria de Educação criou o Letra e Vida que promove a formação continuada de professores. O objetivo é fazer com que o professor reúna conhecimentos para desenvolver as habilidades de escrita e leitura dos alunos das séries iniciais. Já o Ler e Escrever, além de incentivar o aprendizado usa a literatura como ação social.

Na cidade de São Paulo, os alunos são atendidos pelo programa Círculo de Leituras, uma série de projetos que trabalham a permanência e o acesso a quem está fora da escola.

A cidade do Rio de Janeiro implantou as Salas de Leitura, espaços de desenvolvimento de práticas voltadas para a promoção da leitura e formação do leitor, para a instalação de estruturas, tecnologias e metodologias mídia-educativas.

O Rio Grande do Sul possui o programa Crianças do Rio Grande Escrevendo Histórias que reúne anualmente textos e produções gráficas de alunos do ensino fundamental da rede pública.

A Bahia desenvolve o Programa de Apoio a Leitura e Escrita (PRALER) que pretende resgatar e valorizar as experiências do professor e promover a reflexão sobre a ação educativa, de forma que ele seja sujeito do processo educacional.

Em Recife, governo municipal criou o programa Manuel Bandeira de Formação de Leitores com o propósito de fazer da leitura e da produção textual as práticas constantes no cotidiano da escola e da vida.

O Cenpec também pesquisou instituições privadas que investem em programas de leitura e escrita próprios ou em parcerias com o poder público.

Entre elas estão a ong Ecofuturo, ligada ao Grupo Suzano, que desenvolve oLer é Preciso. O programa articula projetos que contribuam com a formação educacional e o acesso ao conhecimento e aos bens culturais.

A Fundação Volkswagen mantém, entre outros, os projetos Leitura e Escrita: desafio de todos e o Estudar pra valer!. O primeiro forma docentes das várias disciplinas das séries finais, bem como gestores educacionais, focalizando a concepção de letramento. Já o segundo, em parceria com o Cenpec, atua na formação continuada dos educadores de redes municipais.

O Instituto C&A mantém programa Prazer em Ler, que promove leitores por meio de ações continuadas e articulações com setores da sociedade envolvidos com a leitura.

Leia a íntegra da matéria do Cenpec

ноутбуки киев недорогоVantsoАкваэлит