by /0 comments

Escola oferece diploma em 60 dias por R$ 900

Paulistec pode ter vendido 2 mil certificados ilegais, denuncia reportagem do jornal goiano O Popular

Uma denúncia publicada pelo jornal O Popular, nesta quinta-feira, dia 18, revela que uma empresa está oferecendo, em Goiânia, um diploma de conclusão do ensino fundamental e médio em 60 dias por R$ 90,00.

De acordo com a reportagem de Ricardo César, a Escola Paulistec, com sede em São Paulo, chegou à capital de Goiás há dez anos e pode ter vendido 2 mil certificados ilegais neste período. A escola não tem credenciamento do Conselho Estadual de Educação (CEE) para atuar no Estado.

A escola está fazendo uma ampla campanha de publicidade por toda a cidade há um mês e oferece os serviços em um escritório. O repórter esteve no local e viu cerca de 30 certificados de conclusão do ensino médio sobre uma mesa.

Na conversa com uma atendente, Ricardo César escreve que “é possível perceber que quem está há anos afastado da escola e mal sabe ler ou escrever pode conseguir um certificado”. Segundo ele, ao fazer a matrícula, os estudantes recebem uma apostila com uma série de exercícios, com os gabarito, e a prova é rigorosamente igual à apostila. Se o candidato não passar na primeira prova, pode ser repetida por quantas vezes ele “achar necessário”.

O presidente do CEE, Marcos Elias, disse ao O Popular que a escola “está burlando a lei e a emissão deste certificado é abusiva”.

O repórter tentou conversar com o responsável pela escola Paulistec em Goiânia, mas ele não retornou as cinco ligações.

A CGC Educação visitou o site da Paulistec (http://www.paulistec.com.br), onde ela diz que os certificados “serão expedidos a partir de 60 dias por escolas credenciadas pelo M.E.C (Ministério da Educação e Cultura) e C.E.E (Conselho Estadual de Educação)”. Entre os documentos exigidos estão “histórico escolar de ensino fundamental ou histórico escolar de ensino médio parcial”.

Ela informa que tem 34 unidades em nove estados São Paulo (8 locais), Minas Gerais (6 endereços), Mato Grosso do Sul (1), Goiás (4), Bahia (1), Espírito Santo (10), Pernambuco (3), Santa Catarina (1) e Paraná (o site não mostra o local).

Leia a íntegra da reportagem de O Popular (só para assinantes do jornal)

http://www.opopular.com.br/anteriores/18jun2009/cidades/5.htm

ооо полигонtranslate technical termsигры для девочок