by

Reformas: ao invés de greve, escola fará uma aula sobre a Previdência Social

As reformas da Previdência Social e Trabalhista, em tramitação no Congresso Nacional, estão provocando intensos debates e dúvidas na sociedade. Para entender estas questões, o Colégio Jardim Anália Franco, em São Paulo, decidiu fazer uma série de atividades formativas para os alunos do ensino médio, nesta sexta-feira, dia 28, quando estão programados vários protestos contra as reformas.

Com apoio da direção, professores de diversas disciplinas – entre elas Língua Portuguesa, História, Geografia, Sociologia e Filosofia – estão organizando atividades diferenciadas para explicar aos alunos como as reformas poderão afetar o futuro deles.

As origens das reformas

A proposta dos professores é ensinar aos alunos as origens da Previdência, a história das leis trabalhistas, leitura de trechos dos projetos das reformas, debater se há crise de financiamento na Previdência e como resolvê-la, exibição de vídeos e conversas com especialistas. Outra atividade proposta é a elaboração de uma redação como uma forma de atrelar a teoria e a produção dos alunos.

O coordenador pedagógico do Colégio Jardim Anália Franco, Sérgio Bortolim, explica que as atividades ajudarão os próprios professores a entenderem melhor as propostas do governo federal. “Entre nós professores estes temas também precisam ser analisados com mais profundidade”, diz.

Conheça mais sobre o Colégio Jardim Anália Franco

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone