Estudo mostra que 22% dos alunos de baixa renda tem bom desempenho na escola - CGC Comunicação em Educação
  by /0 comments

Estudo mostra que 22% dos alunos de baixa renda tem bom desempenho na escola

Dois fatores ajudam a vencer dificuldades: maior tempo em sala de aula e a autoconfiança dos estudantes.
Um estudo com base nos resultados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) revela que 22,1% dos estudantes brasileiros de baixa renda conseguiram obter bom desempenho na escola.

Reportagem do movimento Todos pela Educação mostra que a conclusão da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), divulgada na publicação “Pisa em Foco – 5”, mostra que dois fatores ajudam a vencer dificuldades: maior tempo em sala de aula e a autoconfiança dos estudantes.

“Essas descobertas sugerem que as escolas podem ter um importante papel em estimular a perseverança dos estudantes. As instituições de ensino poderiam oferecer mais oportunidades para que os estudantes de famílias mais pobres aprendam em sala de aula, a partir do desenvolvimento de atividades, práticas e métodos de ensinar que encorajem o aprendizado e promovam a motivação e a autoconfiança entre os estudantes de contextos menos favorecidos”, diz um trecho do relatório.

Outra medida é verificar periodicamente o aprendizado dos alunos que vivem em condições mais desfavoráveis. “Focar esse monitoramento nos estudantes em desvantagem socioeconômica é crucial, pois eles são os alunos com menos chance de receber apoio em outros lugares, que não a escola”, afirma o estudo.

Segundo a reportagem de Simone Harnik, entre os países que fazem parte da OCDE, a média de alunos de baixa que vencem as dificuldades é de 31%.

O estudo levou em conta os estudantes que estão entre os 25% com baixos índices socioeconômicos e culturais. Nesse grupo, foram selecionados aqueles que obtiveram notas entre as 25% melhores.

Veja a íntegra do estudoотзыв Topodinсамые лучшиеигры дляы девочек