by /0 comments

Greve pára 34 universidades federais, diz sindicato

Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Brasileiras elaborou uma lista com 14 reivindicações

Pelo menos 34 Instituições Federais de Ensino Superior (IFE)) paralisaram as atividades na segunda-feira, de acordo com a Federação de Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra), diz reportagem da Folha de S. Paulo.

A federação elaborou uma lista com 14 reivindicações, entre as principais estão as negociações coletivas do serviço público, a equiparação de piso salarial – hoje em R$ 701,83 – ao valor mínimo de R$ 1.191 -, elevação do valor pago pelo vale-alimentação para R$ 300, hoje é de R$ 126 e pagamento de auxílio-doença de R$ 46 por mês.

A Fasubra defende ainda é a derrubada do projeto de lei complementar 01/2007, que prevê que até 2016 todas as despesas da União com pessoal e encargos poderão aumentar, no máximo, a correção da inflação mais 1,5% ao ano.

Em nota, o Ministério da Educação, afirmou que entende que a greve é legítima, no entanto, como as negociações com a categoria estão programadas para começar em 6 de junho, com previsão de primeiras conclusões em meados de agosto, a paralisação prejudica as negociações.

Mais informações em:http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u300412.shtmlбрекеты инвизилайнелочные игрушкикамин своими руками из гипсокартона фото