by /0 comments

Instituições não educacionais não podem mais oferecer pós-graduação

Cerca de 400 instituições não terão mais o reconhecimento do Ministério da Educação. O MEC indica transformar estes cursos em mestrado profissional
Cerca de 400 instituições não educacionais que oferecem curso de pós-graduação não terão mais o reconhecimento do Ministério da Educação. A medida está entre as novas regras que restringem a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu (em sentido amplo) publicadas no Diário Oficial desta quinta-feira, dia 4, informa a Agência Brasil.

As organizações – como sindicatos, organizações não governamentais, conselhos de classe, universidades corporativas e hospitais – poderão oferecer os seus cursos, mas eles serão considerados livres e não uma pós-graduação. A matrícula e o diploma serão assegurados aos alunos matriculados nesses cursos até 31 de julho passado.

Ficam excluídas da medida as chamadas escolas de governo que são criadas e mantidas pelo Poder Público.

A agência de notícias do governo federal informa que o MEC indica transformar estes cursos lato sensu em mestrado profissional. Essa modalidade da pós-graduação é gerenciada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e tem um perfil de formação mais voltado para o mercado de trabalho, não sendo necessário ser uma instituição educacional para oferecê-la. Esses cursos deverão ser submetidos aos processos de avaliação do órgão.

O presidente da Capes, Jorge Guimarães, acredita ser “muito mais conveniente que esse curso seja ministrado como mestrado com essa garantia do que ficar como se fosse um curso livre, que não é continuamente avaliado”.

Para receber o credenciamento especial do MEC, as instituições não educacionais tinham que atender a algumas exigência como carga horária mínima de 360 horas e pelo menos 50% do corpo docente formado por mestres ou doutores. Para criar um mestrado profissional, as regras são diferenciadas. A resolução da Capes que regula a modalidade fala apenas em “apresentar, de forma equilibrada, corpo docente integrado por doutores, profissionais e técnicos com experiência em pesquisa aplicada ao desenvolvimento e à inovação.”полиграф фсбконференция информационная безопасностьcasino free play