by /0 comments

MEC elimina 1,5 mil candidatos do Enem por suspeita de fraude

Ministério não sabe dizer se entre os eliminados estão os suspeitos de comprar a prova por até R$ 100 mil, em Minas Gerais
O Ministério da Educação informou nesta sexta-feira, dia 20, que eliminou 1.522 candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013 por tentativa de fraude. A pasta garante que não houve fraude na organização.

O MEC diz que não pode dizer se entre os eliminados estão os candidatos suspeitos de comprar a prova em Minas Gerais. De acordo com investigações da Polícia Civil de Minas, a quadrilha suspeita de ter fraudado as provas do Enem deste ano é também acusada de fraude de vestibulares de medicina. O MEC informou apenas que 396 eliminados são de Minas Gerais.

A Agência Brasil informa que as apurações concluíram que os criminosos agiram em Barbacena, região central de Minas, vendendo gabaritos a candidatos por preços que variavam de R$ 70 mil a R$ 100 mil. Os resultados repassados aos candidatos eram do caderno amarelo de questões. O caso está agora sendo investigado pela Polícia Federal.

O MEC disse ainda que a Polícia Civil de Minas Gerais, que investigou o caso durante nove meses, ainda não encaminhou o nome dos envolvidos na fraude. “É impossível verificar se os supostos beneficiários da quadrilha estão entre os 1.522 candidatos já excluídos do exame por fraude”, diz nota do Inep, autarquia do MEC responsável pelo exame.

O Ministério da Educação evitou dar mais detalhes sobre a investigação.эльдан израильДивиер Компанияштукатурка стен декоративная