by /0 comments

Medicina: MEC suspende 514 vagas de 16 cursos e cria outras 320 vagas em quatro cursos

Os cursos que sofreram o corte são todos de instituições privadas. As novas vagas também são de estabelecimentos particulares
O Diário Oficial da União desta sexta-feira, dia 18, publica medidas do Ministério da Educação que suspendem 514 vagas de 16 cursos de medicina que tiveram nota 1 ou 2 no Conceito Preliminar de Curso (CPC). Ao mesmo tempo, autoriza a criação de mais quatro cursos, com 320 vagas no total.

Os cursos que sofreram o corte são todos de instituições privadas de Minas Gerais, de São Paulo, do Rio de Janeiro, do Maranhão, de Rondônia, do Tocantins e de Mato Grosso.

A redução no número de vagas vale para o próximo processo seletivo. As instituições passarão por uma supervisão e terão o prazo de um ano para corrigir as deficiências.

As instituições têm 30 dias para informar o ministério sobre as providências que serão tomadas. A Agência Brasil informa que se as exigências não forem atendidas, o MEC poderá abrir um processo administrativo e fechar o curso.

Na quinta-feira, o ministério anunciou que pretende suspender até o fim do ano 50 mil vagas em graduações na área da saúde, ciências contábeis e administração que tiveram resultado insatisfatório nas avaliações de 2009 ou 2010.

Os novos cursos de medicina criados hoje são todos de instituições privadas. O Centro Universitário de Maringá (PR) e a Faculdade Santa Marcelina (SP) poderão abrir 100 vagas de medicina cada. Já a Universidade de Franca e a Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos, ambas no interior de São Paulo, foram autorizadas a abrir 60 vagas cada.кисти для макияжа какая для чего18-135mm stmдевочек