by /0 comments

Ministério Público investiga falta de professores no Espírito Santo

“As investigações vão apontar se houve improbidade administrativa ou má fé de algum gestor”, afirma a dirigente do Centro de Apoio à Educação do MP, Maria Cristina Rocha Pimentel, ao jornal A Gazeta

O Ministério Público do Espírito Santo vai investigar a falta de professores, equipamentos e a estrutura deficiente em escolas estaduais e municipais de Vitória e da Serra, informa o jornal A Gazeta desta sexta-feira, dia 13.

Segundo a reportagem, a dirigente do Centro de Apoio à Educação do MPE, Maria Cristina Rocha Pimentel, pediu a abertura de processo administrativo para apurar a responsabilidade de gestores estaduais e municipais. “Queremos saber porque essas pendências não foram resolvidas durante as férias. As investigações vão apontar se houve improbidade administrativa ou má fé de algum gestor”, afirmou Maria Cristina à repórter Daniela Carla.

A promotora informou que também poderá ouvir pais, alunos e membros dos conselhos tutelares. Se for provado que houve falhas, os gestores poderão ser multados em até 100 vezes o salário deles.

Em Serra, o prefeito Sérgio Vidigal, suspendeu as aulas em 19 escolas e culpou a administração anterior por não comprar equipamentos nem realizar reformas. Em Vitória, várias unidades tiveram as aulas prejudicadas nesta semana por falta de professor. Em uma delas, os alunos ficaram cinco dias sem aula por falta de energia elétrica.

O secretário Estadual de Educação, Haroldo Rocha, informou que está tentando contratar cerca de 500 dos 8 mil professores temporários que deveriam ser admitidos e garantiu que na semana que vem os alunos terão aula normalmente. “Tivemos mais de 67 mil inscrições no processo seletivo e começamos a chamada no dia 26 de janeiro. O problema é que muitos professores também foram chamados por prefeituras”, disse ele ao jornal.

A prefeitura da Serra informou que as aulas já retornaram em 11 das 19 escolas que tiveram as aulas suspensas. As obras de melhorias nas demais estão em andamento e serão concluídas até o dia 2 de março, quando começa o ano letivo.

Leia a íntegra da matéria de A Gazeta

припухлость десны над зубомАнализируем главную сайта: 12 важнейших моментовfree slots uk no download