by /0 comments

Movimento estudantil baiano ganha história em quadrinhos em jornal

Projeto dos estudantes de jornalismo do Centro Universitário da Bahia faz sucesso entre os leitores

A história do movimento estudantil da Bahia, contada em quadrinhos, a partir de um projeto dos estudantes de jornalismo do Centro Universitário da Bahia, ganhou as páginas do jornal A Tarde e está fazendo sucesso entre os leitores.

Segundo reportagem do site Comunique-se, Leandro Silveira, Caio Coutinho e Fábio Franco, os autores da reportagem, iniciaram o projeto como trabalho de conclusão de curso.

O professor Ricardo Mendes, diretor de integração e conteúdo do jornal conheceu o projeto e resolveu adotá-lo.

“Escolhi primeiro a linguagem, porque sou apaixonado por quadrinhos. Quando levei pra sala de aula, todo mundo riu, inclusive a professora que acabou orientando”, contou Silveira ao repórter Marcelo Tavela.

A reportagem “Vanguarda: histórias do movimento estudantil da Bahia” está sendo publicada todas as terças-feiras de novembro. A matéria detalha desde o engajamento brasileiro na Segunda Guerra até o pedido de cassação de ACM no Senado.

“Buscamos referências de quadrinhos para a linguagem e nas grandes reportagens para o jornalismo. É uma história em quadrinho, mas sem deixar de ser jornalismo, com fontes, referências e informação”, diz a professora orientadora, Ana Spannemberg.

“O jornal já vinha experimentando outras linguagens, incluindo duas reportagens em quadrinhos, uma sobre o caso Madeleine e outra sobre o dia de Cosme e Damião. Mas eram histórias de uma página”, explica Nadja Vlad, editora do Caderno Dez do jornal.

A reportagem toda tem 30 páginas. Ela pode ser lida online no blog do caderno.

heavy conference december 2017ламинат на стеныстоимость услуг стоматолога