Movimento pede metas regionais na educação em São Paulo - CGC Comunicação em Educação
  by /0 comments

Movimento pede metas regionais na educação em São Paulo

Ampliar a jornada de aulas para sete horas diárias no ensino fundamental e acabar com o programa leve leite também são sugestões do Movimento Nossa São Paulo
Ao analisar as propostas da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo para o orçamento de 2010 e para o Plano Plurianual 2010-2013, o Grupo de Trabalho Educação do Movimento Nossa São Paulo fez uma série de propostas para tentar melhorar o atendimento e a qualidade do ensino.

Entre elas, está a previsão de metas por subprefeitura e distrito a que se destinam os recursos, para facilitar o acompanhamento por parte da sociedade civil.

Entregue ao secretário Alexandre Schneider e às Comissões de Educação e da Criança e Adolescente da Câmara, o documento sugere ampliar a jornada de aulas para sete horas diárias no ensino fundamental em articulação com o governo do Estado, investir mais na formação de professores e servidores, acabar com o programa leve leite e encerrar as parcerias público-privadas para a construção de creches.

A análise sugere também ampliação dos investimentos nos programas de educação de jovens e adultos, inclusão e ensino profissionalizante.

O GT Educação elogia a disposição para o diálogo por parte da secretaria, “que se dispôs a realizar conjuntamente um debate sobre as propostas de educação” e também por “tornar públicas as informações sobre o orçamento” no site.

Leia a análise completaimg lighting отзывыобъявления авитокупить тамбов маслораздаточное оборудование (насосы)