by /0 comments

Mulheres em busca de um mundo melhor

Associação Paulista de Apoio à Família (APAF) ajuda a educar e oferece cursos profissionalizantes para as mães em situação de risco que vivem na Bela Vista, no centro de São Paulo

De um lado, donas de casa, mães, carentes, desempregadas, sem perspectiva de vida e com uma renda que mal dava para comprar a comida dos rebentos. De outro, mães e empresárias dispostas a conceder algumas horas do seu tempo para mudar a vida de mulheres menos favorecidas. Em comum, a circulação pelo mesmo bairro. As primeiras são moradoras do Bairro da Bela Vista. As segundas têm os filhos matriculados na Escola Stance Dual, também na Bela Vista e onde tudo começou. Com a união de educadores e mães da Escola, nasceu a APAF – Associação Paulista de Apoio às Famílias – em 2004.

Uma entidade privada, sem fins lucrativos e com a missão de promover ações sociais voltadas às mães carentes do bairro. Nos últimos dois anos, cursos de culinária, corte-costura, formação para o trabalho, artesanato e alfabetização foram oferecidos semanalmente às mulheres. Mas somente neste ano, elas caminham para uma real mudança em sua condição social.

No início do ano a APAF, através do projeto Iluminar, abriu curso profissionalizante gratuito na área de Hotelaria e Governança. Mas antes de iniciar a matrícula das candidatas, todas tiveram que passar por uma avaliação pedagógica feita pelo EJA – Educação de Jovens e Adultos que funciona na sede da APAF em parceria com a ONG Ação Educativa. Quem não estava alfabetizado, precisou encarar o desafio e voltar a estudar.

Em abril, 60 mulheres iniciaram a nova empreitada. Uma parceria com o SINHORESP – Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes de São Paulo, garante às alunas três aulas semanais, que acontecem na sede do sindicato. Nos outros dias da semana, a APAF oferece às alunas do curso profissionalizante, apoio psicológico e aulas do EJA. “Através de dinâmicas de grupo, discussões sobre dúvidas, inseguranças e outros assuntos que as aflijam, são trabalhados pela psicóloga, com o intuito de fortalecer a auto-estima das mulheres”, conta a coordenadora da APAF, Marina Stern. Segundo ela, tanta dedicação e tempo não seria fácil se as alunas não contassem com a bolsa-auxílio de R$120,00 fornecida pela Associação e garantisse a permanência de seus filhos na Creche Aconchego, também mantida pela APAF no bairro.

Lígia Danesi, diretora voluntária da APAF e empresária do setor de turismo e hotelaria, é confiante no sucesso do Projeto Iluminar. “Temos um objetivo e estamos caminhando para alcançá-lo. No final do curso profissionalizante, todas as alunas farão estágio de dois meses em hotéis e restaurantes da região. Após este período, tentaremos inseri-las no mercado de trabalho. Existe uma carência por profissionais gabaritados na área de hotelaria e restaurantes. Não tenho dúvidas de que obteremos sucesso, e elas também”.

Enquanto não alcança sua sustentabilidade, a APAF precisa do apoio de empresas que invistam em projetos de responsabilidade social. A APAF – Associação Paulista de Apoio à Família funciona na Rua Araquã, 51 – Bela Vista, São Paulo. Telefone (11) 3120.4639

Mais informações em: http://crecheaconchego.com.br/сколько стоит положить ламинат на полadward googleхорватия туры