by /0 comments

Novo Enem poderá substituir vestibular em universidade federal

Pela proposta, o estudante faria a prova em qualquer Estado e só depois escolheria curso e a instituição de acordo com a nota

O Ministério da Educação propõe nesta quarta-feira, dia 25, aos reitores das universidades federais que o vestibular seja unificado e substituído por um novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o estudante faria a prova em qualquer Estado e só depois escolheria curso e a instituição de acordo com a nota. Hoje, cada universidade faz o seu processo seletivo com provas e datas diferentes.

O novo Enem teria mais disciplinas e incluiria questões dissertativas e objetivas, além de cobrar uma parte específica para determinados cursos. Alguns deles poderiam ter uma segunda fase.

 

A mudança permitirá que um aluno tente várias instituições sem ter que fazer vários vestibulares e trará mais mobilidade, já que um candidato do Acre que quiser estudar em São Paulo não precisará viajar para fazer a prova.

O secretário executivo da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Gustavo Balduíno, disse à repórter Lisandra Paraguassú que o assunto ainda não foi sequer debatido. “O tema até agora não está na pauta dos reitores. Vamos ouvir a proposta do ministro e analisá-la”, afirmou.

De acordo com o jornal, uma das resistências dos reitores é que atual Enem é muito abrangente na comparação com os vestibulares. O modelo do novo Enem está sendo estudado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) .

A ideia do MEC é que a nova prova analise competências e habilidades, como o Enem, e não só conteúdos, como o vestibular.

A íntegra da matéria de O Estado de S. Paulo

как легко нарисовать смоки айзламінат ціна за квадратний метрmachine games