by

Novo Fies faz grupo educacional parcelar mensalidade sem juro

As novas regras do Fies obrigaram o maior grupo educacional do Brasil a mudar a estratégia de financiamento para garantir a matrícula de novos alunos. Segundo reportagem do jornal Valor, a Kroton vai parcelar as mensalidades durante este ano. O estudante pagará 10% do valor da mensalidade, sem juros.

A companhia informou à repórter Beth Koike que em quatro dias 6 mil calouros obtiveram o parcelamento. A expectativa é que entre 10 mil e 15 mil calouros optem pelo parcelamento neste primeiro semestre. A Kroton relatou que 40 mil novos alunos devem conseguir o Fies neste começo de ano, contra 120 mil financiamentos firmados durante todo o ano de 2014. O grupo estima que o número de calouros de graduação presencial pode empatar com 2014 ou cair 5%. Em 2014, a empresa teve um lucro de mais de R$ 1,2 bilhão.

Migrar para o Fies

Em 2016, quando o parcelamento terminar, o aluno terá três opções: migrar para o Fies, pagar um financiamento privado do próprio bolso ou optar por uma linha de crédito que a Kroton está criando. O crédito precisará ser desenvolvido com um parceiro, já que as instituições de ensino não podem obter lucro com cobrança de juros, diz o jornal.

A reportagem informa ainda que a exigência de nota mínima de 450 pontos no Enem para obter o Fies fez a empresa oferecer este ano, gratuitamente, um reforço escolar de matemática, português e ciências para colégios públicos de ensino médio localizados perto de suas unidades.

Estácio prevê crescimento

Outro grande grupo educacional citado na reportagem, a Estácio, informou que prevê um crescimento entre 8% e 13% no número de calouros da graduação presencial. Cerca de 30% dos alunos da instituição tem Fies.

A Estácio relatou que a redução de 12 para 8 repasses do Fies neste ano provocará uma queda de R$ 400 milhões no caixa. Em função disso, o grupo obteve um empréstimo de R$ 200 milhões.