by /0 comments

Pais estão mais preocupados com transporte do que com aprendizado dos filhos

De acordo com uma pesquisa do Ibope, só 14% dos pais que moram em nove regiões metropolitanas e 11% em cidades do interior consideram a aprendizagem o mais importante da educação
O aprendizado dos filhos preocupa bem menos do que fatores como bons professores, vagas em creches e escolas e de transporte gratuito. A constatação é de uma pesquisa do Ibope encomendada pelo grupo espanhol SM e pelo movimento Todos pela Educação.

De acordo com o levantamento, publicado pela Agência Brasil, só 14% dos pais que moram em nove regiões metropolitanas do Brasil e 11% em cidades do interior consideram a aprendizagem a questão mais importante da educação. A competência e a motivação dos professores foi considerado o fator primordial (26% dos entrevistados das grandes cidades e 25% no interior).

Na opinião do presidente do Todos pela Educação e membro do Conselho Nacional de Educação, Mozart Neves Ramos, os pais não “entendem que, se a criança não está aprendendo, de certa maneira o processo está incompleto”. Ele acredita que o “mais importante é que a criança aprenda e o aluno esteja aprendendo”, afirmou ele, em entrevista na noite de ontem à Agência Brasil.

A diretora do Instituto Paulo Montenegro, vinculado ao Ibope, Ana Lucia Lima, disse que “não dá para dizer que isso é desinformação das pessoas” e acha “que as pessoas enxergam primeiro aquilo que lhes aperta mais o calo” Para ela, enquanto a falta de vagas e de transporte forem problemas, os pais “vão enxergar isso mesmo”. Ela destacou que estas questões materiais também são essenciais para garantir o aprendizado.

A pesquisa foi feita por telefone, com 1.350 pessoas de nove regiões metropolitanas brasileiras – Bahia, Ceará, Pernambuco, Distrito Federal, Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo – e de alguns municípios com mais de 50 mil habitantes.

Leia a pesquisaламинат цена за м2взломать контактпескоструйный аппарат зуботехнический