by /0 comments

Pernambuco faz reforço escolar para atender montadora de carro

12 cidades da Mata Norte fornecerão mão de obra para a operação da futura fábrica da Fiat, em Goiana, em 2014, noticia o Jornal do Commércio

O governo de Pernambuco estuda reeditar o programa Reforço de Escolaridade nas 12 cidades da Mata Norte que fornecerão mão de obra para a operação da futura fábrica da Fiat, em Goiana, em 2014.

Segundo o Jornal do Commércio, a idéia é adotar o mesmo modelo usado no Complexo de Suape, quando uma parceria com o Sesi ofereceu aulas de português e matemática de nível básico para quem já tem o ensino médio.

“Estamos avaliando com a Secretaria de Educação a possibilidade das escolas técnicas atenderem ao setor automotivo com novos cursos já em 2012. Para isso, vamos ver se há necessidade de elevação da escolaridade”, disse a secretária executiva de Trabalho e Qualificação, Ângela Mochel, ao repórter Giovanni Sandes.

O governo trabalha com dois cronogramas. O primeiro é para a construção da fábrica, com a previsão de cursos de capacitação de 100 a 200 horas aula, a partir de janeiro. O segundo é para operar a fábrica e terá cursos de 1.200 horas. A Fiat estima que contratará no total 4.500 pessoas.

O jornal informa que o cadastramento e mapeamento de pessoal será iniciado até o final deste mês e servirá para avaliar a necessidade do Reforço de Escolaridade nas cidades de Abreu e Lima, Aliança, Condado, Camutanga, Ferreiros, Goiana, Igarassu, Itamaracá, Itambé, Itapissuma, Itaquitinga e Timbaúba.

полиграф на работемихаил безлепкин досьеводяная насосная станция