by /0 comments

Programa oferece certidão profissional para trabalhador informal

Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada funcionará primeiro nas áreas de pesca, construção civil, turismo e gastronomia
O Diário Oficial da União publicou na segunda-feira, dia 23, um portaria que cria a Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada (Rede Certific), pela qual um trabalhador informal poderá receber um certificado profissional. O Ministério da Educação estima que o programa tem um potencial para atingir 30 milhões de trabalhadores.

O programa funcionará primeiro nas áreas de pesca, construção civil, turismo e gastronomia. A intenção é que o projeto esteja incorporado em todas as 200 escolas ligadas à Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica.

A certificação é gratuita e será feita em várias etapas. A primeira delas é uma entrevista para traçar o perfil do trabalhador. Depois haverá testes práticos e educacionais. Caso o trabalhador domine o ofício na prática, mas não saiba ler, por exemplo, o instituto federal o encaminhará a uma escola de educação básica para a alfabetização, informa o ministério. Se o trabalhador manifestar fragilidade na área prática, o próprio instituto fará a qualificação.

Os institutos federais poderão estabelecer critérios para que outras instituições desenvolvam a ação, inclusive as particulares. “Podem até ser instituições privadas que dominem uma determinada área de trabalho, desde que a certificação seja absolutamente gratuita”, disse ao site do MEC o diretor de políticas de educação profissional, Luiz Caldas.

A Rede Certific foi criado no mesmo dia da inauguração do Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, que reunirá especialistas de 16 países até a próxima sexta-feira, 27.hp color laserjet 2320nf mfpTopodinсветильники с