by /0 comments

Prova Brasil terá ciências; prefeituras poderão fazer simulado

Ministério da Educação reafirmou ao jornal O Estado de S. Paulo a ideia de substituir a Prova Brasil pelo Enem

A Prova Brasil terá este ano questões de ciências, de forma amostral, afirmou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. Atualmente, o exame, que é aplicado aos alunos de 5° e 9° ano do ensino fundamental e 3° ano do ensino médio das redes públicas, avalia português e matemática.

“Num primeiro momento, (a nota de ciência) não terá o objetivo de interferir no Ideb, mas será a preparação para isso”, disse. Hoje, o índice de desenvolvimento da educação leva em conta a Prova Brasil, o Saeb e a taxa de aprovação.

Aplicada a cada dois anos em larga escala em escolas que possuem turmas de 20 ou mais estudantes, a Prova Brasil não divulga os resultados individuais dos estudantes, já que o objetivo é avaliar a unidade e o sistema de ensino.

O ministro afirmou ao repórter Rafael Moraes Moura que pretende apoiar as prefeituras que quiserem promover simulados da Prova Brasil. “Teremos uma avaliação pedagógica que indicará onde a escola está bem, onde não está. Estamos dispostos a apoiar todo mundo que quiser fazer simulado. Vamos colocar as questões à disposição e ajudar a viabilizar as provas.”

Mercadante reafirmou ainda a ideia de substituir a Prova Brasil pelo Enem. Segundo ele, “as administrações públicas, as secretarias de Educação e os estudantes já trocaram” as provas na avaliação do ensino médio. “O Enem hoje é o foco dos estudantes do ensino médio, é o que define a vida deles. É para onde os pais estão olhando, para onde a escola está olhando”, afirmou ao jornal.

купить кистиhp color laserjet ce320aцены на яхты