by /0 comments

Rio Grande do Sul muda currículo do ensino médio

Aluno terá que escolher entre três modalidades: politécnico; formação profissional; e formação de professores. Carga horária aumentará em 600 horas

A Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul anunciou na quarta-feira, dia 28, profundas mudanças no currículo do ensino médio da rede pública já para o ano letivo de 2012. Segundo o jornal Gazeta do Povo, o aluno que entrar nesta etapa terá que escolher entre três modalidades: politécnico (com educação geral); formação profissional específica; e formação de professores.

Outra novidade é o acréscimo de 600 horas ao longo dos três anos letivos. O contra-turno será dedicado à pesquisas sobre o mundo do trabalho, sob orientação de um professor.

As mudanças serão gradativas. Em 2012, atingirão 160 mil alunos. Os demais anos prosseguirão no atual sistema, que será extinto nos próximos dois anos, na medida em que esses estudantes concluírem seus cursos.

Segundo o secretário Jose Clovis de Azevedo, a proposta de reestruturação tende às diretrizes do Conselho Nacional de Educação (CNE), em processo de homologação no Ministério da Educação. Ele disse que o principal desafio é atrair 84 mil jovens que estão fora da sala de aula. “Nossa intenção é aumentar o interesse do ensino médio para os jovens, já que muitos não veem um objetivo no currículo atual”, disse ao jornal Zero Hora.

O secretário informou as mudanças também pretendem reduzir a defasagem idade-série de 30%; o índice de abandono escolar de 13%, e a reprovação de 21,7%.

продвижение поисковикotz sovetnegwww.casinos